Repositório Digital

A- A A+

Perfil de sensibilidade de helicobacter pylori à amoxicilina, claritromicina e ciprofloxacina no Rio Grande do Sul, Brasil

.

Perfil de sensibilidade de helicobacter pylori à amoxicilina, claritromicina e ciprofloxacina no Rio Grande do Sul, Brasil

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Perfil de sensibilidade de helicobacter pylori à amoxicilina, claritromicina e ciprofloxacina no Rio Grande do Sul, Brasil
Autor Picoli, Simone Ulrich
Orientador Prolla, João Carlos
Co-orientador Fernández Jaramillo, Heriberto
Data 2012
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Medicina. Programa de Pós-Graduação em Ciências em Gastroenterologia e Hepatologia.
Assunto Amoxicilina
Ciprofloxacino
Claritromicina
Helicobacter pylori
[en] Antimicrobial susceptibility
[en] Helicobacter pylori
Resumo Introdução: Helicobacter pylori é uma bactéria que infecta aproximadamente metade da população mundial e é considerada uma importante causa de câncer gástrico. A terapia de erradicação nem sempre é eficaz, pois pode ocorrer a resistência aos antimicrobianos. Objetivo: Determinar o perfil de sensibilidade de isolados de H. pylori frente aos antibióticos amoxicilina, claritromicina e ciprofloxacina na população do Rio Grande do Sul empregando distintas padronizações. Material e Métodos: Estudo transversal. Avaliaram-se 54 amostras de H. pylori obtidas através de cultivo de biópsias gástricas em Agar Belo Horizonte e incubação a 37°C em microaerofilia, durante cinco dias. A sensibilidade aos antibióticos foi determinada segundo as orientações das padronizações britânica (BSAC) e australiana (CDS Method) (quantitativas), além da francesa (CA-SFM) (qualitativa). Resultados e discussão: Sete (13%) isolados de H. pylori foram resistentes à claritromicina, um (1,9%) à amoxicilina e três (5,5%) à ciprofloxacina. Estes índices de resistência são considerados satisfatórios e demonstram que todos esses antibióticos podem ser utilizados na terapia empírica na população local, sobretudo a amoxicilina e a claritromicina como primeira linha de tratamento. As metodologias quantitativas BSAC e CDS Method revelaram concordância muito semelhante nos resultados de sensibilidade, sendo a interpretação mais facilitada na técnica CDS Method. A padronização CA-SFM parece ser mais atrativa sob o aspecto econômico, mas fornece resultados apenas qualitativos. Conclusão: Os antibióticos amoxicilina e claritromicina ainda são uma boa opção no tratamento anti-H. pylori na população do Rio Grande do Sul.
Abstract Introduction: Helicobacter pylori is a bacteria which infects nearly half the world population and it is considered an important cause of gastric cancer. The eradication therapy is not always effective because resistance to antimicrobials may occur. Objective: To determine the susceptibility profile of H. pylori isolates to the antibiotics amoxicillin, clarithromycin and ciprofloxacin in the population of Rio Grande do Sul using different standardizations. Material and Methods: Transversal study. Were evaluated 54 samples of H. pylori obtained by gastric biopsies which were cultured on Belo Horizonte agar and incubated at 37°C in a microaerophilic environment for five days. The antibiotics susceptibility was determined according to the guidelines of the British Society for Antimicrobial Chemotherapy (BSAC), the Australian (CDS Method) (quantitative) and the French (CA-SFM) (qualitative). Results and discussion: Seven (13%) H. pylori isolates were resistant to clarithromycin, one (1,9%) to amoxicillin and three (5,5%) to ciprofloxacin. These indices of resistance are considered satisfactory and show that all of these antibiotics can be used in the empirical therapy of the local population, especially amoxicillin and clarithromycin as a first line treatment. The quantitative methodologies BSAC and CDS Method revealed very similar agreement in the susceptibility results. Moreover, the CDS method had an easier interpretation technique. The CA-SFM standards seem to be more attractive on the economic aspect but they only provide qualitative results. Conclusion: The antibiotics amoxicillin and clarithromycin are still a good option for anti-H. pylori treatment in the population of Rio Grande do Sul.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/86419
Arquivos Descrição Formato
000910195.pdf (635.4Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.