Repositório Digital

A- A A+

Visita domiciliar melhora conhecimento, autocuidado e adesão na insuficiência cardíaca : ensaio clínico randomizado HELEN-I

.

Visita domiciliar melhora conhecimento, autocuidado e adesão na insuficiência cardíaca : ensaio clínico randomizado HELEN-I

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Visita domiciliar melhora conhecimento, autocuidado e adesão na insuficiência cardíaca : ensaio clínico randomizado HELEN-I
Outro título Home visit improves knowledge, self-care and adhesion in heart failure : randomized Clinical Trial HELEN-I
Outro título Visita domiciliar mejora conocimiento, auto cuidado, adhesión en la insuficiencia cardíaca : ensayo clínico alentorizado HELEN-I
Autor Mussi, Claudia Motta
Ruschel, Karen Brasil
Souza, Emiliane Nogueira de
Lopes, Alexandra Nogueira Mello
Trojahn, Melina Maria
Paraboni, Caroline Camargo
Silva, Eneida Rejane Rabelo da
Resumo Objetivo: verificar o efeito de uma intervenção educativa de enfermagem combinada, caracterizada por visita domiciliar e contato telefônico, em pacientes com internação recente por insuficiência cardíaca descompensada, no conhecimento da doença, nas habilidades para o autocuidado e na adesão ao tratamento, comparado ao acompanhamento convencional de pacientes no período de seis meses. Métodos: nsaio línico randomizado com pacientes que tiveram internação recente por insuficiência cardíaca descompensada. O grupo-intervenção recebeu quatro visitas domiciliares e quatro contatos telefônicos para reforço das orientações, em seis meses de acompanhamento; o grupo-controle recebeu acompanhamento convencional sem visitas e sem contatos telefônicos. Resultados: duzentos pacientes foram randomizados (101: intervenção e 99: controle). Após seis meses, observou-se melhora significativa no conhecimento e autocuidado para o grupo-intervenção (p=0,001 e p<0,001), respectivamente; a adesão ao tratamento, aferida no final entre os grupos, foi significativamente maior no grupo-intervenção (p<0,001). Conclusão: a estratégia de visita domiciliar para pacientes que se internaram recentemente por insuficiência cardíaca descompensada foi efetiva na melhora dos desfechos avaliados, e sua implementação merece ser considerada no Brasil, visando-se evitar internações não planejadas. NCT-01213862
Abstract Objective: To verify the effect of an educative nursing intervention composed of home visits and phone calls on patients’ knowledge about the disease, self-care and adhesion to the treatment. Methods: Randomized clinical trial with patients with recent hospitalization caused by decompensated heart failure. There were two groups: the intervention group, which has received four home visits and four phone calls to reinforce the guidelines during six months of follow up; and the control group, which has received conventional follow up with no visits or phone calls. Results: Two hundred patients were randomized (101 in the intervention group and 99 in the control group). After six months, a significant improvement was observed in self-care and knowledge about the disease in the intervention group (P=0.001 and P<0.001), respectively; the adhesion to the treatment, measured and compared between the groups, was significantly higher in the intervention group (P=0.001). Conclusion: the strategy of home visits to patients who were recently hospitalized with decompensated heart failure was effective in improving the outcomes assessed and its implementation deserves to be considered in Brazil aiming at avoiding unplanned hospitalizations. NCT-01213862
Resumen Objetivo: Verificar el efecto de una intervención educativa de enfermería combinada de visita domiciliaria y contacto telefónico en pacientes con internación reciente por insuficiencia cardiaca descompensada, en el conocimiento de la enfermedad, las habilidades para el autocuidado y la adhesión al tratamiento comparado con el acompañamiento convencional de pacientes en el período de seis meses. Métodos: Ensayo Clínico Aleatorizado en pacientes que fueron ingresados recientemente por insuficiencia cardiaca descompensada. El grupo intervención recibió cuatro visitas domiciliarias y cuatro contactos telefónicos para reforzar las orientaciones en seis meses de acompañamiento; el grupo control recibió acompañamiento convencional sin visitas y sin contactos telefónicos. Resultados: Fueron aleatorizados doscientos pacientes (101: intervención y 99: control). Tras seis meses, se observó una mejoría significativa en el conocimiento y el autocuidado para el grupo intervención (P=0,001 y P<0,001), respectivamente; la adhesión al tratamiento, comparada al final entre los grupos, fue significativamente mayor en el grupo intervención (P<0,001). Conclusión: La estrategia de visita domiciliaria para pacientes internados recientemente por insuficiencia cardiaca descompensada fue efectiva en la mejora de los desenlaces evaluados y su implementación merece ser considerada en Brasil con objeto de evitar internaciones no planificadas. NCT-01213862
Contido em Revista Latino-Americana de Enfermagem. Ribeirão Preto. Vol. 21, n. esp (jan./ fev. 2013), p. 20-28
Assunto Aprendizagem
Autocuidado
Cooperação do paciente
Visita domiciliar
[en] Adherence (compliance patient)
[en] Home visit
[en] Nursing
[en] Patient education (learning)
[en] Self care
[es] Aprendizage
[es] Cooperación del paciente
[es] Enfermagem
[es] Visita domiciliaria
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/86973
Arquivos Descrição Formato
000883121.pdf (338.3Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.