Repositório Digital

A- A A+

Escalas de rastreamento para depressão pós-parto : uma revisão sistemática

.

Escalas de rastreamento para depressão pós-parto : uma revisão sistemática

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Escalas de rastreamento para depressão pós-parto : uma revisão sistemática
Outro título Escalas de rastreo para depresión postparto : una revisión sistemática
Outro título Postpartum depression screening scales : a systematic review
Autor Schardosim, Juliana Machado
Heldt, Elizeth Paz da Silva
Resumo O objetivo deste estudo foi realizar uma revisão sistemática sobre as escalas de rastreamento de Depressão Pós- Parto (DPP) aplicadas até 16 semanas após o parto em puérperas acima de 15 anos. Buscaram-se artigos em quatro bases de dados. Os artigos deveriam indicar a definição e a validação precisa dos instrumentos utilizados. Dos 424 resumos, 62 foram acessados na íntegra e, de acordo com os critérios estabelecidos, foram incluídos 18 artigos nesta revisão. O período de rastreamento de DPP variou de 2 a 10 dias pós-parto e o reteste entre 8 e 16 semanas pós-parto. A DPP foi diagnosticada entre 8,8 a 40% da amostra dos estudos. A escala mais utilizada foi a Edinburg Depression Postpartum Scale (EDPS). Concluiu-se que as escalas são comumente utilizadas em pesquisas, mas podem ser uma ferramenta facilitadora para identificação de DPP na assistência às gestantes e às puérperas.
Resumen El estudio objetivó realizar una revisión sistemática sobre las escalas de rastreo de Depresión Postparto (DPP) aplicado hasta 16 semanas postparto en puérperas con más de 15 años. Se buscaron artículos en 4 bases de datos. Los artículos deberían indicar la definición y la validación exacta de los instrumentos utilizados. De los 424 resúmenes, se accedió a 62 íntegramente y de acuerdo con los criterios establecidos, se incluyeron 18 artículos en esta revisión. El período de rastreo varió de 2 a 10 días postparto y la nueva prueba entre 8 y 16 semanas postparto. La DPP fue diagnosticada entre 8,8 y 40% de la muestra de los estudios. Edinburgh Depression Postpartum Scale (EDPS) fue la escala más utilizada. Se concluyó que las escalas se usan generalmente en investigaciones pero pueden resultar una herramienta facilitadora para identificar la DPP en la atención a las gestantes y puérperas.
Abstract This study aims to conduct a systematic review of postpartum depression (PPD) screening scales in puerperal applied until 16 weeks after delivery among women above 15 years old. Articles were searched in 4 databases. The included articles should describe precisely the definition and the validation of the used instruments. Out of the 424 abstracts found, 62 complete articles were accessed, and only 18 articles that fulfilled the above-mentioned requirements were included. PPD screening period varied from 2 to 10 days postpartum, and patients were retested between 8 to 16 weeks postpartum. PPD was diagnosed in 8.8 to 40% of the patients sampled in those studies. The most frequent used scale was the Edinburgh Postpartum Depression Scale (EPDS). It was concluded that scales are frequently used in research studies, and may allow the identification of PPD in gestating and puerperal patient care.
Contido em Revista gaúcha de enfermagem. Porto Alegre. Vol. 32, n. 1 (mar. 2011), p. 159-166
Assunto Depressão pós-parto
Enfermagem obstétrica
Enfermagem psiquiátrica
Escalas de graduação psiquiátrica breve
[en] Brief psychiatric rating scale
[en] Obstetrical nursing
[en] Psychiatric nursing
[es] Depresión posparto
[es] Depression, postpartum
[es] Enfermería obstétrica
[es] Enfermería psiquiátrica
[es] Escalas de valoración psiquiátrica breve
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/86978
Arquivos Descrição Formato
000782417.pdf (54.47Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.