Repositório Digital

A- A A+

O desenvolvimento emocional de um bebê em uma família numerosa : uma aplicação do método bick

.

O desenvolvimento emocional de um bebê em uma família numerosa : uma aplicação do método bick

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título O desenvolvimento emocional de um bebê em uma família numerosa : uma aplicação do método bick
Autor Vivian, Aline Groff
Orientador Lopes, Rita de Cassia Sobreira
Data 2006
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Psicologia. Curso de Pós-Graduação em Psicologia do Desenvolvimento.
Assunto Bebê
Desenvolvimento emocional
Observação de bebês
Relação mãe-criança
Relações familiares
[en] Emotional development
[en] Infant Observation Bick Method
[en] Large family
Resumo O presente estudo investigou o desenvolvimento emocional durante o primeiro ano de vida de um bebê, em uma família numerosa. Foi realizado um estudo de caso único, de caráter longitudinal, com uma família participante composta pela mãe, pelo pai e seus quatro filhos meninos, de até 4 anos de idade, acompanhada em observações semanais, com uma hora de duração, no período de doze meses. Foi aplicado o Método Bick de Observação da Relação Mãe- Bebê, em seus três momentos: observação, relato e supervisão em grupo. Os resultados foram organizados em três eixos: 1) o bebê e seu ambiente; 2) o desenvolvimento emocional do bebê; e 3) a observadora. Apesar das condições economicamente desfavoráveis do ambiente, foi surpreendente o desenvolvimento emocional do bebê na família, bem como a riqueza do ambiente em termos emocionais. A mãe se mostrou atenta e afetiva no cuidado dos filhos, apresentando uma capacidade inesgotável de discernir e atender às múltiplas demandas dos mesmos, revelando sua preponderante identidade materna. O bebê recebia especial atenção e a mãe costumava relatar suas habilidades e aquisições ao longo do primeiro ano de vida. Alguns aspectos típicos do desenvolvimento de um bebê no primeiro ano de vida foram observados, assim como particularidades relativas ao contexto de uma família numerosa, de baixa renda. No eixo denominado a observadora, foi relatado o impacto emocional causado pelas observações neste contexto particular. Além de auxiliar no entendimento aprofundado das fases iniciais do desenvolvimento, de forma intensiva e detalhada, acredita-se que a aplicação do Método Bick em pesquisa possa colaborar para conhecer a realidade das famílias antes de propor intervenções em contextos diferenciados.
Abstract The present study investigated the emotional development during the first year of a baby’s life, in a large family. A longitudinal single case study was carried out with a family comprising the mother, the father and their four boys, aged up to four years old. They were weekly observed in one-hour observation sessions during twelve months. The Bick Infant Observation Method was applied, in its three moments: observation, written report and group supervision. The results were organized alongside three axes: 1) the baby and his/her environment; 2) the baby’s emotional development; and 3) the observer. In spite of the unfavorable economic environmental conditions, the baby’s emotional development in the family was surprising, as well as the environment’s emotional richness. The mother was shown to be attentive and affective in caring for the children, showing an endless ability to discriminate and attend to the multiple demands of the children, revealing her predominant identity as mother. The baby received special attention, and the mother used to report his/her abilities and acquisitions during his first year of life. Some typical aspects of infant development during the first year of life were observed, as well as particularities concerning the specific context of a large, low income, family. In the axis named the observer, the emotional impact caused by the observations in this particular context was highlighted. Besides helping to understand more deeply the initial developmental phases, in an intensive and detailed way, it is believed that the application of the Bick method may help to know the families’ reality before proposing interventions in specific contexts.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/8718
Arquivos Descrição Formato
000587331.pdf (1.346Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.