Repositório Digital

A- A A+

Comparação da eficácia do atendimento médico versus multiprofissional em ambulatório de dislipidemia de um centro terciário : ensaio clínico randomizado

.

Comparação da eficácia do atendimento médico versus multiprofissional em ambulatório de dislipidemia de um centro terciário : ensaio clínico randomizado

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Comparação da eficácia do atendimento médico versus multiprofissional em ambulatório de dislipidemia de um centro terciário : ensaio clínico randomizado
Autor Costa, Andry Fiterman
Orientador Picon, Paulo Dornelles
Co-orientador Moriguchi, Emílio Hideyuki
Data 2013
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Medicina. Programa de Pós-Graduação em Medicina: Ciências Médicas.
Assunto Assistência ambulatorial
Avaliação de eficácia-efetividade de intervenções
Dislipidemias
Eficácia
Ensaios clínicos controlados aleatórios
Resumo Base Teórica: Tratamento da dislipidemia já está bem estabelecido como benéfico porém as taxas de uso de estatinas e controle do perfil lipídico são baixas. Embora alguns estudos sugiram que abordagem multiprofissional possa ser benéfica, os estudos em nosso meio são controversos. Métodos: Pacientes dislipidêmicos com alto risco cardiovascular foram randomizados para atendimento médico tradicional ou atendimento multiprofissional incluindo médico, nutricionista e/ou farmacêutico. O desfecho primário do estudo foi variação no controle lipídico. Foram também avaliados controle glicídico, variação do escore de risco de Framingham e qualidade de vida pelo Whoqol-bref. Resultados: 44 pacientes foram alocados para atendimento médico e 85 para multiprofissional. Embora não se tenha observado diferença significativa em nível de colesterol total, LDL e colesterol não-HDL, o grupo multiprofissional apresentou melhor evolução para colesterol HDL (diminuição de 1 mg/dl versus diminuição de 2 mg/dl; P = 0,013), triglicerídeos (diminuição de 17 mg/dl versus aumento de 24 mg/dl, P = 0,02), hemoglobina glicada (diminuição de 0,6% versus aumento de 0,3%; P = 0,029), peso (diminuição de 0,4 kg versus aumento de 1,4 kg; P = 0,021) e IMC (diminuição de 0,1 versus aumento de 0,5). Também houve melhora nos domínios psicológico em ambiental do questionário de qualidade de vida. Conclusões: Os resultados deste estudo demonstram um benefício em desfechos laboratoriais (HDL, triglicerídeos e hemoglobina glicada) assim como em qualidade de vida da abordagem multiprofissional. O tamanho de efeito pode ser considerado clinicamente relevante, sendo necessário uma análise de custo-efetividade para avaliar a viabilidade da implementação de tal estratégia em saúde pública.
Abstract Background: Treatment of dyslipidemia is already well established as beneficial but rates of statin use and lipid control are low. Although some studies suggest that multiprofessional approach may be beneficial, studies in this area are controversial. Methods: Dyslipidemic high cardiovascular risk patients were randomized to standard medical care or multiprofessional care including physician, nutritionist and / or pharmacist. The primary outcome was change in lipid control. We also assessed glycemic control, the variation of the Framingham risk score and quality of life with WHOQOL-bref. Results: 44 patients were allocated to medical care and 85 for multiprofessional care. Although we have not observed significant differences in total cholesterol, LDL and non-HDL cholesterol, the multiprofessional group showed better performance for HDL cholesterol (decrease of 1 mg/dl versus decrease of 2 mg/dl, P = 0.013), triglycerides (decrease of 17 mg/dL versus increase of 24 mg/dl, P = 0.02), glycated hemoglobin (decrease of 0.6% versus 0.3% increase, P = 0.029), weight (reduction of 0.4 kg versus an increase of 1.4 kg, P = 0.021) and BMI (decrease of 0.1 versus increase of 0.5). There was also improvement in the psychological and environmental domains of Whoqol-bref quality of life questionnaire. Conclusions: The results of this study demonstrate a benefit in laboratory outcomes (HDL, triglycerides and glycated hemoglobin) as well as quality of life in favor of multiprofessional approach. The effect size can be considered clinically relevant, requiring an analysis of cost-effectiveness to assess the feasibility of implementing such a strategy in public health.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/87181
Arquivos Descrição Formato
000910400.pdf (6.153Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.