Repositório Digital

A- A A+

Aplicabilidade clínica dos resultados de enfermagem em pacientes com mobilidade física prejudicada submetidos à artroplastia total de quadril

.

Aplicabilidade clínica dos resultados de enfermagem em pacientes com mobilidade física prejudicada submetidos à artroplastia total de quadril

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Aplicabilidade clínica dos resultados de enfermagem em pacientes com mobilidade física prejudicada submetidos à artroplastia total de quadril
Outro título Aplicabilidad clínica de los resultados de enfermería en pacientes con deterioro de la movilidad física sometidos a una artroplastia total de cadera
Outro título Clinical applicability of nursing outcomes in patients with impaired physical mobility undergoing total hip arthroplasty
Autor Silva, Marcos Barragan da
Orientador Almeida, Miriam de Abreu
Data 2013
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Enfermagem. Programa de Pós-Graduação em Enfermagem.
Assunto Avaliação de processos e resultados (cuidados de saúde)
Diagnóstico de enfermagem
Enfermagem : Classificação
Enfermagem ortopédica
Processos de enfermagem
[en] Classification
[en] Nursing diagnosis
[en] Nursing process
[en] Orthopaedic Nursing
[en] Outcome assessment (health care)
[es] Clasificación
[es] Diagnóstico de enfermería
[es] Enfermería ortopédica
[es] Evaluación de resultado (atención sanitaria)
[es] Proceso de enfermería
Resumo A Artroplastia Total de Quadril (ATQ) é um procedimento cirúrgico amplamente utilizado para o tratamento de afecções da articulação coxofemoral, sejam elas degenerativas inflamatórias ou traumáticas. Ela tornou-se um excelente método de tratamento no alívio da dor e melhora da capacidade funcional desses pacientes. No período pós-operatório, esses pacientes tornam-se dependentes da equipe enfermagem, devido à limitação para mobilizar-se e a restrição ao leito, visto que, não podem apoiar-se no chão, nem realizar exercício de adução com o membro operado pelo risco de luxação da prótese. Com base nestas características, o enfermeiro pode estabelecer o diagnóstico de enfermagem (DE) Mobilidade Física Prejudicada (MFP), dada a amplitude limitada de movimentos, trauma e dor no membro inferior afetado. Várias intervenções são realizadas, porém a avaliação de resultados ainda uma prática pouca explorada na enfermagem. A Classificação de Resultados Enfermagem (NOC) é uma terminologia usada no Processo de Enfermagem (PE) para medir, por meio dos Resultados de Enfermagem (RE), estados de saúde, comportamentos, reações e sentimentos dos pacientes, cuidador/familiar ou comunitário, e possibilita ao enfermeiro avaliar os efeitos das intervenções de enfermagem na prática clínica. Foi nessa perspectiva que se estabeleceu como objetivo geral avaliar a aplicabilidade da Classificação de Resultados de Enfermagem em pacientes com DE Mobilidade Física Prejudicada, submetidos à ATQ durante um período de até quatro dias. Trata-se de um estudo longitudinal realizado em um hospital universitário do sul do Brasil. Os dados foram coletados de agosto a dezembro de 2012 e os sujeitos foram pacientes submetidos à ATQ, que atenderam aos seguintes critérios: ambos os sexos; idade ≥ 18 anos; presença do diagnóstico MFP registrado em prontuário, com respectivos cuidados prescritos pelo enfermeiro assistencial; e permanecerem internados por quatro dias ou até a alta hospitalar. O instrumento de coleta de dados foi construído especialmente para esta pesquisa e cinco RE e 16 indicadores clínicos que compuseram o mesmo foram selecionados por meio de consenso. Os pacientes foram avaliados por duplas de coletadoras treinadas, de forma simultânea, por de maneira independente. Resultados: Participaram do estudo 21 pacientes, predominantemente do sexo feminino n=13(61,9%), brancos n=16 (76,1%), com idade média de 58,8 (±16,7), e 15 (71,4%) pacientes submetidos à ATQ primária. Os 21 pacientes mantiveram o DE MFP até o final das avaliações. De todos os pacientes, 15 (71,4%) foram avaliados num período de quatro dias de seguimento. Dentre os RE avaliados Posicionamento do Corpo: autoiniciado, Mobilidade, Conhecimento: atividade prescrita e Comportamento de prevenção de quedas apresentaram aumento significativo nos escores quando comparadas as médias da primeira com a última avaliação. Apenas o RE Nível de dor (p=0,265) não demonstrou diferença estatisticamente significativa. Esses dados indicam que o uso da NOC pode demonstrar a evolução clínica dos pacientes com Mobilidade Física Prejudicada submetidos à ATQ, sendo passível de aplicação neste cenário da prática de enfermagem.
Resumen La Artroplastia Total de Cadera (ATC) es un procedimiento ampliamente usado para el tratamiento quirúrgico de las enfermedades de la articulación de la cadera, si inflamatoria traumática o degenerativa. Ella se convirtió en un excelente método de tratamiento para aliviar el dolor y mejorar la capacidad funcional de estos pacientes. En el postoperatorio, los pacientes se vuelven dependientes de personal de enfermería, debido a la limitación de movilizar y por la restricción a la cama, ya que no pueden pisar el suelo o realizar la aducción de la extremidad operada en riesgo dislocación de la prótesis. En base a estas características, la enfermera puede establecer un diagnóstico de enfermería Deterioro de la Movilidad Física, dado el rango de movimiento limitado, el trauma y el dolor en la extremidad inferior afectada. En varias intervenciones se llevan a cabo, pero la evaluación de los resultados todavía poco explorado en la práctica de enfermería. La Clasificación de de Resultados de Enfermería (CRE) es una terminología que se utiliza en el Proceso de enfermería para medir a través de los Resultados de Enfermería, estado de salud, comportamientos, reacciones y sentimientos de los pacientes, cuidadores / familia o la comunidad, y permite a las enfermeras para evaluar los efectos de las intervenciones de enfermería en la práctica clínica. Es en esta perspectiva que se ha establecido como objectivo avaliar la aplicabilidad de la Clasificación de Resultados de Enfermería en pacientes con Deterioro de la Movilidad Física, sometidos a una Artroplastia Total de Cadera, por un período de cuatro días. Se trata de un estudio longitudinal realizado en un hospital universitario en el sur de Brasil. The data collection instrument was built specially for this study with five outcomes and 16 clinical indicators that were selected by consensus. Patients were evaluated by pairs of trained coletadoras, simultaneously, by independently. Results: The study included 21 patients, predominantly female n = 13 (61.9%), whites n = 16 (76.1%) with a mean age of 58.8 (± 16.7), and 15 (71.4%) patients undergoing primary THR. The 21 patients maintained of Impaired Physical Mobility until the end of the evaluations. In all patients, 15 (71.4%) were assessed over a period of four days of follow up. Among the nursing outcomes assessed Positioning Body: self-initiated, Mobility, Knowledge: prescribed activity and Fall prevention behavior showed a significant increase in scores when comparing the mean of the first with the last evaluation. Only the NOC Level of pain (p = 0.265) showed no significant difference. These data indicate that the use of the NOC can demonstrate the clinical course of patients with Impaired Physical Mobility undergoing THR, which might be applied in this scenario of nursing practice.
Abstract The Total Hip Replacent (THR) is a widely used surgical procedure for the treatment of diseases of the hip joint, whether traumatic, degenerative or inflammatory. It be became an excellent method of treatment in relieving pain and improving functional capacity of these patients. In the postoperative period, these patients become dependent on nursing staff, due to the limitation to mobilize and bed restriction, since they cannot rely on the floor exercise or perform adduction with the operated limb at risk dislocation of the prosthesis. Based on these characteristics, the nurse can establish a nursing diagnosis Impaired Physical Mobility, given the limited range of motion, trauma and pain in the affected lower limb. Several interventions are performed, but the results evaluation still a little explored in nursing practice. The Nursing Outcomes Classification (NOC) is a terminology used in the Nursing Process to measure through Nursing Outcomes, health status, behaviors, reactions and feelings of patients, caregiver / family or community, and allows nurses to evaluate the effects of nursing interventions in the clinical practice. It was in this perspective that has established as purpose to evaluate the applicability of the Nursing Outcomes Classification in patients with Impaired Physical Mobility, undergoing THA for a period of up to four days. This is a longitudinal study conducted at a university hospital in southern Brazil. Data were collected from August to December 2012, and the subjects were patients undergoing THR, who met the following criteria: both sexes, age ≥ 18 years, presence of Impaired Physical Mobility recorded in patient records, with respective treatments prescribed by hospital nurses; and remain hospitalized for at four days.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/87223
Arquivos Descrição Formato
000910801.pdf (2.124Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.