Repositório Digital

A- A A+

A rede Ecovida e o desenvolvimento rural sustentável no núcleo Missões / RS

.

A rede Ecovida e o desenvolvimento rural sustentável no núcleo Missões / RS

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A rede Ecovida e o desenvolvimento rural sustentável no núcleo Missões / RS
Autor Silva, Tamara Raísa Bubanz
Orientador Almeida, Jalcione Pereira de
Co-orientador Claudino, Livio Sergio Dias
Data 2013
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Ciências Econômicas. Curso de Tecnólogo em Planejamento e Gestão para o Desenvolvimento Rural a Distância.
Assunto Desenvolvimento rural
[en] Ecological agriculture
[en] Organization network
[en] Participatory certifying
[en] Rede ecovida
Resumo A agricultura ecológica parte de uma perspectiva onde a unidade de produção agrícola é encarada como um organismo que depende fundamentalmente da fertilidade do solo e da saúde das plantas. A principal preocupação dos agricultores ecológicos é manter a fertilidade natural do solo de modo que sua produção seja indefinidamente sustentável. Um tema muito importante dentro da agroecologia é a certificação, uma garantia da qualidade do produto. Esta pode ser feita por meio de auditorias externas ou de forma participativa, realizada de modo solidário na geração de credibilidade, em rede que articule o produtor e o consumidor. Neste contexto, o presente estudo foi realizado com o objetivo de identificar e analisar o processo participativo de certificação de agricultores agroecológicos na região Missões/RS, organizados por intermédio da Rede Ecovida. Para tanto, estabeleceu-se o seguinte problema de pesquisa: quais os fatores que impedem o processo de certificação participativa no Núcleo Missões da Rede Ecovida e quais os passos que o Núcleo necessita dar para concretizá-la? Para responder a estas questões e atingir o objetivo proposto, utilizou-se como método de pesquisa o estudo de caso. Por meio deste, os dados foram coletados em entrevistas aplicadas a dez atores sociais, sendo três articuladores e sete agricultores familiares da Rede Ecovida no Núcleo Missões/RS. Como principais resultados alcançados neste estudo têm-se a desarticulação do Núcleo Missões com a organização Ecovida, a percepção por parte dos agricultores que os cultivos com agrotóxicos são mais lucrativos, a falta de assistência técnica permanente e continuada em agricultura agroecológica e a necessidade da ação local para formalizar um grupo que inicie o processo de certificação participativa. Conclui-se, assim, que a produção com os princípios ecológicos possibilita a diversificação dos alimentos, segurança alimentar e nutricional, e pode ser uma alternativa economicamente viável. A transição necessita de apoio por meio de políticas públicas acessíveis que garantam a assistência técnica, o incentivo à produção e à garantia da qualidade, que pode ser alcançada pela certificação participativa.
Abstract Ecological agriculture is a vision in which agricultural property is an organism that depends on soil fertility and plant health. The main concern of ecological farmers is keeping the soil fertility so that their production is sustainable indefinitely. A very important topic concerning agroecology is the certification, a guarantee of production quality. Certification can be done through external auditorship or in a participatory way, linking the producer and the consumer. In this context, the present study was carried out to analyzing and identifying the participatory certifying of agroecological farmers in the region Noroeste/RS, affiliates to the Rede Ecovida. Therefore, this research brings the following question to answer the objectives of this work: "which factors prevent the participatory certifying to Rede Ecovida Núcleo Missões and what goals need to be achieved?" To answer these questions and to achieve the proposed objectives was used as a method of case study research. Through this, the data were collected through interviews applied to ten social actors affiliated to Rede Ecovida Núcleo Missões. The main results arising from this study have been: the belief of part of farmers that conventional agriculture is more profitable, the lack of technical assistance and financial supporting. We conclude, therefore, that ecological agriculture allows the diversifying production, food and nutritional security, and It can be an economically viable alternative. However, the transition needs supports through public policies that ensure technical assistance, encouraging the production and quality assurance, which can be achieved by participatory certification.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/87440
Arquivos Descrição Formato
000907563.pdf (1.122Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.