Repositório Digital

A- A A+

Boas práticas e a categorização de serviços de alimentação para a copa fifa 2014 no brasil: processo de criação e análise crítica dos critérios de avaliação

.

Boas práticas e a categorização de serviços de alimentação para a copa fifa 2014 no brasil: processo de criação e análise crítica dos critérios de avaliação

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Boas práticas e a categorização de serviços de alimentação para a copa fifa 2014 no brasil: processo de criação e análise crítica dos critérios de avaliação
Autor Lupchinski, Camila Daniele Soares
Orientador Tondo, Eduardo Cesar
Data 2013
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Ciências e Tecnologia de Alimentos. Curso de Engenharia de Alimentos.
Assunto Boas práticas de fabricação
Doenças transmitidas por alimentos
Resumo A falta de tempo tem levado as pessoas a procurar maneiras mais práticas e rápidas de se alimentar, como as refeições fora de casa. Entretanto, a ocorrência de Doenças Transmitidas por Alimentos (DTA) ainda é grande e por isso devem ser tomadas medidas para a garantia das condições higiênico-sanitárias dos estabelecimentos produtores de alimentos. As Boas Práticas (BP) são procedimentos que devem ser adotados pelos serviços de alimentação para preparar um alimento seguro. No Brasil já existem diversas legislações sobre Boas Práticas, tanto estaduais como federais, sendo que a mais usada e recente é a Resolução RDC nº 216, de 15 de setembro de 2004, promovida pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), que estabelece os procedimentos que devem ser adotados nos serviços de alimentação, a fim de garantir as condições higiênico-sanitárias dos alimentos preparados. Neste presente ano de 2013, foi lançado o Projeto-Piloto para a Categorização dos Serviços de Alimentação no Brasil, tendo a Copa FIFA 2014 como incentivo. A intenção do governo é melhorar as condições higiênico-sanitárias dos restaurantes mais visitados durante a copa do mundo através da aplicação de uma lista de avaliação baseada nas BP e na análise de risco. De forma a classificar os estabelecimentos em cinco grupos distintos, foram selecionados os 51 itens de maior impacto na prevenção de DTA e atribuída pontuações a cada um deles. Posteriormente, a categoria de cada restaurante estará disponível ao consumidor, dando a oportunidade de que o mesmo conheça a qualidade sanitária dos serviços de alimentação que utiliza. O objetivo deste é, portanto, demonstrar as principais características do Projeto-Piloto de Categorização dos Serviços de Alimentação no Brasil. Também serão abordados o seu processo de criação, assim como uma análise crítica sobre os critérios de avaliação adotados no instrumento de avaliação.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/87553
Arquivos Descrição Formato
000910225.pdf (260.4Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.