Repositório Digital

A- A A+

Presença de genes de resistência a agentes antimicrobianos em saliva, biofilme supragengival e canais radiculares infectados

.

Presença de genes de resistência a agentes antimicrobianos em saliva, biofilme supragengival e canais radiculares infectados

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Presença de genes de resistência a agentes antimicrobianos em saliva, biofilme supragengival e canais radiculares infectados
Outro título Presence of antimicrobial resistance genes in saliva, supragingival biofilm and infected root canals
Autor Moraes, Ludmila Coutinho
Orientador Só, Marcus Vinicius Reis
Data 2013
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Odontologia. Programa de Pós-Graduação em Odontologia.
Assunto Biofilme
Endodontia
Resistência a medicamentos
[en] Dental plaque
[en] Dental pulp cavity
[en] Drug resistance
[en] Endodontics
[en] Mouth
[en] PCR
[en] Saliva
Resumo Embora diferentes estudos indiquem que há um aumento da resistência dos microrganismos aos agentes antimicrobianos prescritos, pouco se sabe a respeito da sua distribuição na cavidade oral. A presente dissertação está dividida em dois capítulos, representados por dois diferentes manuscritos. No manuscrito I, uma revisão sistemática foi realizada e teve como objetivo determinar quais genes de resistência a antimicrobianos foram pesquisados em saliva (S), no biofilme supragengival (SB) e canal radicular (RC). Os termos foram usados em várias combinações nas seguintes bases de dados eletrônicas (MEDLINE, EMBASE, ISI, SCOPUS e OPENGREY). Após seleção dos títulos e análise dos resumos, o texto integral de cada estudo foi obtido. Foram estabelecidos critérios de inclusão e exclusão. Dados epidemiológicos, características metodológicas e os resultados foram obtidos a partir dos estudos. Devido à falta de padronização da metodologia entre os trabalhos, não foi possível realizar uma meta-análise. Realizou-se análise descritiva dos dados. Um total de 151 títulos foram identificados para análise preliminar. Quarenta e nove resumos foram selecionados e 22 textos completos foram obtidos. Sete artigos contemplavam aos critérios de inclusão (S = 2; SB = 0 , e RC = 5). Vinte e seis diferentes genes-alvo foram avaliados. Os genes de resistência mais frequentemente descritos foram os relacionados às tetraciclinas e lactâmicos (5/7). Observa-se que poucos artigos foram selecionados pela estratégia de busca adotada para esta revisão sistemática. Este fato demonstra a falta de padronização nas metodologias dos estudos que utilizam técnicas moleculares para a detecção de genes de resistência bacteriana, tanto em condições de saúde ou doença. No manuscrito II, um estudo de observação clínica e laboratorial foi desenvolvido para detectar a presença de espécies-alvo de Prevotella e o gene cfxA/cfxA2 em amostras de saliva (S), biofilme supragengival (SB) e canais radiculares infectados (RC). Amostras pareadas de S, SB e RC foram coletadas de 42 indivíduos. Os pacientes foram divididos em três grupos: Grupo I - sem infecção aguda/crônica primária do canal radicular (n = 15), Grupo II - presença de infecção aguda primária no canal radicular (n = 12 ) e Grupo III - presença de infecção crônica no canal radicular (n = 15). Foram coletadas amostras de RC apenas para os Grupos II e III. Após o isolamento do DNA, a presença de Prevotella intermedia, Prevotella nigrescens, Prevotella tannerae e do gene cfxA/cfxA2 foi detectada através de PCR. Comparou-se a frequência das espécies e do gene de resistência, considerando diferentes ambientes e condições clínicas. A análise estatística foi realizada. Todas as amostras de S, SB e RC foram positivos para a detecção de DNA bacteriano. As taxas de detecção para espécies de Prevotella foram: S= 53,97%; SB=47,62%, e RC=34,56%. O gene cfxA não foi detectado simultaneamente em três ambientes do mesmo paciente. A presença ou ausência de sintomas espontâneos não influenciou as taxas de detecção para as espécies-alvo e para o gene cfxA/A2 em amostras de RC (teste exato de Fisher , P> 0,05). Espécies de Prevotella e o gene cfxA/cfxA2 foram frequentemente detectados na saliva, placa dental e amostras de canais radiculares.
Abstract Although different studies indicate that there is an increased resistance of microorganisms to antimicrobial agents prescribed in Endodontics, little is known about their distribution in the oral cavity. The present dissertation was divided into two chapters, represented by two different manuscripts. In manuscript I, a systematic review was conducted and aimed to determine which antimicrobial resistance genes were investigated in saliva (S), the supragingival biofilm (SB) and root canal (RC). The terms were used in various combinations in the following electronic databases (MEDLINE, EMBASE, ISI, SCOPUS and OPENGREY). After title screening and abstract analysis, the full text of each study was obtained. The relevance of each study to the question of interest was determined through inclusion and exclusion criteria. Epidemiologic data, methodological characteristics and results were collected from the studies. Due to lack of methodology standardization among the papers, it was not possible to perform a meta-analysis. Descriptive data analysis was performed. A total of 151 titles were identified for preliminary analysis. Forty-nine abstracts were selected, and full texts of 22 studies were obtained. Seven articles matched the inclusion criteria (S=2; SB= 0; and, RC=5). Twenty-six different targeted genes have been evaluated. The most frequently investigated groups of resistance genes were related to tetracycline and lactamics (5/7). Few articles in the literature fit in the search strategy adopted by this systematic review, demonstrating the lack of standardization in the methodologies of studies using molecular techniques for the detection of bacterial resistance genes to antibiotics in oral cavity, either in health or disease conditions. In the manuscript II, an observational clinical and laboratorial study was developed to identify the presence of targeted Prevotella species and the cfxA/cfxA2 gene in samples from saliva (S), supragingival biofilm (SB) and infected root canals (RC). Paired samples of S, SB and RC were collected from 42 subjects. Patients were divided into three groups: Group I - no acute or chronic root canal infection (n = 15); Group II - presence of acute root canal infection (n = 12), and Group III - presence of chronic root canal infection (n=15). RC samples were collected for Groups II and III. After DNA isolation, the presence of Prevotella intermedia, Prevotella nigrescens, Prevotella tannerae and the cfxA/cfxA2 gene was detected through gene-specific PCR. The frequency of the species and of the resistance was compared, considering different environments and clinical conditions. Statistical analysis was carried out. All samples from S, SB and RC were positive for the presence of bacteria. The overall detection rates for Prevotella species were: S = 53.97%; SB = 47.62%; and, RC = 34.56%. The cfxA gene was not detected simultaneously in the three environments from the same patient. The presence of absence of spontaneous symptoms had not influenced the detection rates for the targeted species and for the cfxA/A2 gene in RC samples (Fisher Exact Test, P>.05). Prevotella species and the gene cfxA/cfxA2 were frequently detected in saliva, dental plaque and root canal samples.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/87614
Arquivos Descrição Formato
000909684.pdf (951.5Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.