Repositório Digital

A- A A+

Educação apesar da escola : buracos de rato no beco sem saída

.

Educação apesar da escola : buracos de rato no beco sem saída

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Educação apesar da escola : buracos de rato no beco sem saída
Autor Paiva, Pedro Frota
Orientador Knaak, Bianca
Data 2013
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Artes. Curso de Artes Visuais: Licenciatura.
Assunto Contracultura
Educação : Escola
Videogame
[en] Counterculture
[en] Deschooling
[en] Non-art
[en] Temporary autonomous zone
[en] Videogame
Resumo Este trabalho problematiza a subordinação da educação ao aparato escolar institucional, junto a uma crítica da ideia de arte a partir de conceitos como Estética Relacional e Pósprodução (Nicolas Bourriaud), expandindo-os para além do campo social da Arte. O resgate do pensamento libertário em educação também é parte importante do trabalho, com algumas contribuições de Bakunin, Proudhon, Fernand Pelloutier, entre outros. A desescolarização idealizada por Ivan Illich, a partir de uma análise minuciosa do aparato escolar, é referência fundamental para esta pesquisa. O fenômeno do videogame contrahegemônico que analisamos aqui nos serve como um ponto de referência fora da Arte para analisarmos a dinâmica cultural com algum distanciamento. O conceito de Zona Autônoma Temporária e a ideia de bug – oriunda do videogame – atravessam o texto e, de maneira sinonímia, nos levam aos questionamentos e propostas finais, atualizando a revolução para o contexto presente em que uma ortodoxia messiânica não nos serve mais.
Abstract This work discusses the institutional subordination of education to school apparatus, with a criticism of Art inspired by concepts as relational aesthetics and post-production (Nicolas Bourriaud), expanding it to beyond the social camp of Art. The recuperation of libertarian thought in education is an important part of this work too, with contributions from Bakunin, Proudhon, Fernand Pelloutier, among others. The Deschooling idea developed by Ivan Illich, starting from a minucious analysis of the school apparatus, is an essential reference. The counter-hegemonic videogame phenomenom that we analyses here serves us as a reference point outside of Art to the study of the cultural dynamics with some detachment. The Temporary Autonomous Zone and the bug idea – that comes from videogame – crosses the text and, in a synonymy way, brings us to the final questions and proposals, updating the revolution to the current context whereupon a messianic orthodoxy don't serves us anymore.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/87634
Arquivos Descrição Formato
000911658.pdf (242.6Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.