Repositório Digital

A- A A+

Tecnologias móveis e sem fio pessoais na produtividade dos funcionários

.

Tecnologias móveis e sem fio pessoais na produtividade dos funcionários

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Tecnologias móveis e sem fio pessoais na produtividade dos funcionários
Autor Teixeira, Caroline Renner de Nardin
Orientador Macada, Antonio Carlos Gastaud
Data 2013
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Administração. Curso de Administração.
Assunto Dispositivos móveis
Produtividade
Tecnologia da informação
Resumo Consumerização de TI refere-se à adoção de aplicações de consumo, ferramentas e dispositivos no local de trabalho e normalmente tem sido associada com capacidades de inovação avançada, bem como o aumento da produtividade e satisfação dos colaboradores (HARRIS; JUNGLAS; LONG; 2011). Mesmo sendo apontada como uma das principais tendências de TI para os próximos anos (ORTBACH; BODE; NIEHAVES, 2013), poucas organizações sabem como lidar com as consequências desta tendência (HARRIS; IVES; JUNGLAS, 2011). Tendo a mobilidade como o ponto de partida, o presente estudo se destina a analisar o uso nas organizações das tecnologias móveis e sem fio pessoais (TIMS) na produtividade dos funcionários, ou seja, perceber se a consumerização interfere na produtividade do usuário. Para tal, foi definido pela autora, quatro dimensões de produtividade: tempo, qualidade, processo e recursos. Percebeu-se que a variação de tais dimensões contribui, em diferentes aspectos, para que a produtividade geral seja afetada. A fim de coletar insumos para identificar a existência desta interferência foi realizado um survey com uma amostra de 242 pessoas com um perfil em comum: funcionários que levam dispositivos móveis pessoais ao trabalho e utilizam o mesmo em empresas do Rio Grande do Sul. Para o tratamento dos dados coletados foram realizados os testes estatísticos, no pré-teste e no instrumento aplicado na amostra total: Alfa de Cronbach e correlação entre os escores dos itens e escores totais das variáveis (CITC). A análise dos resultados da pesquisa foi feita utilizando-se as médias das dimensões de produtividade e os cruzamentos entre os dados coletados. O estudo apontou que a consumerização atinge a produtividade dos usuários e que tal variação está presente em diferentes dimensões de produtividade se avaliado sob o ponto de vista de diferentes faixas etárias, níveis de atuação dos funcionários, tipo e porte de empresa.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/87828
Arquivos Descrição Formato
000909361.pdf (1.354Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.