Repositório Digital

A- A A+

Adaptação do índice de eficiência global para o fornecimento de matéria-prima para uma indústria petroquímica

.

Adaptação do índice de eficiência global para o fornecimento de matéria-prima para uma indústria petroquímica

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Adaptação do índice de eficiência global para o fornecimento de matéria-prima para uma indústria petroquímica
Autor Karpouzas, Lucas Schiefferdecker
Orientador Marczak, Ligia Damasceno Ferreira
Data 2013
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Engenharia. Curso de Engenharia Química.
Assunto Engenharia química
Resumo A demanda pela utilização de produtos petroquímicos no mercado vem aumentando cada vez mais, uma vez que estes vêm substituindo muitos materiais com o intuito de agregar maior durabilidade e valor. Quando o assunto é produto petroquímico o foco se volta para a matéria-prima, a qual é considerada commodite e, por ter preço regulado por cotações internacionais, permite um baixo poder de negociação. Como o maior custo dos produtos petroquímicos é atribuído à matéria-prima – em torno de 80% do custo do produto da 3ª geração petroquímica – as empresas visam uma maior integração dos sistemas de fornecimento e produção, a fim de minimizar as perdas por logística. O presente trabalho tem o objetivo de analisar a eficiência do sistema de fornecimento de matéria-prima para uma indústria petroquímica, identificando as causas das perdas para que ações corretivas possam ser tomadas para minimizar as ineficiências neste processo. Foram recolhidos dados de fornecimento de 7 refinarias para 5 plantas petroquímicas, durante o período de 9 meses. Para cada unidade fornecedora, definiu-se uma capacidade ideal de fornecimento através do histórico das quantidades entregues nos anos anteriores, e, com as medições das quantidades reais fornecidas a cada mês, calculou-se o Índice de Eficiência Global do fornecimento de matéria-prima. As quantidades de matéria-prima que não foram fornecidas foram identificadas e classificadas em seis categorias de perdas: qualidade, parada, industrial, logística, por parte do cliente e comercial. As análises dos dados mostraram que as principais ações a serem tomadas devem ser focadas no aumento da competitividade da matéria-prima, otimizando o sistema logístico dos modais rodoviário e marítimo, na confiabilidade industrial e na otimização da produção através do aumento de operabilidade das refinarias. Depois de implementado, o trabalho foi apresentado para a empresa fornecedora, tendo grande aceitação e sendo reconhecido como um importante projeto de melhoria. Além disso, é importante parte do Plano de Desenvolvimento da empresa, fazendo com que as perdas no fornecimento sejam identificadas e tratadas, para aumentar a lucratividade e a competitividade dentro do seu mercado de atuação.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/87853
Arquivos Descrição Formato
000911993.pdf (1.204Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.