Repositório Digital

A- A A+

Leitura de mundo, leitura da palavra em EJA : prática pedagógica de narrativas com jovens e adultos surdos

.

Leitura de mundo, leitura da palavra em EJA : prática pedagógica de narrativas com jovens e adultos surdos

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Leitura de mundo, leitura da palavra em EJA : prática pedagógica de narrativas com jovens e adultos surdos
Autor Madalena, Débora da Silveira
Orientador Giordani, Liliane Ferrari
Data 2013
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Educação. Curso de Pedagogia: Licenciatura.
Assunto Educação bilíngue
Educação de jovens e adultos
Educação de surdos
Leitura
Resumo Este trabalho de conclusão analisa experiências de ensino com jovens e adultos surdos, a partir de contexto de educação bilíngue. O interesse pelo tema surge da prática docente da autora realizada no estágio do curso de Pedagogia da UFRGS, onde vivenciou práticas de ensino-aprendizagem significativas. O estudo tem caráter qualitativo. Analisou-se vídeos, produzidos pela autora, a contação de história dos alunos e o relatório de estágio selecionando-se as propostas que aperfeiçoaram as práticas de ensino na EJA com surdos. Os participantes da pesquisa foram quatro alunos, das totalidades iniciais de EJA, de uma escola municipal de Porto Alegre. Os autores adotados como referência teórica para Educação de Jovens e Adultos foram Anézia Vieiro (2008) e Maria Clara Dipierro (2001); na área dos estudos surdos, bilinguismo e cultura surda Carlos Skliar (2013), Lodenir Becker Karnopp (2005), Gládis Perlin (2005) e Karin Strobel (2008 e 2009); na discussão de tessituras de conhecimento Inês Barbosa de Oliveira (2007) e narrativas Rosa Hessel Silveira (2005). As práticas de aquisição linguística de sinais, através da narrativa, tornaram-se uma construção coletiva onde todos os contadores puderam não somente narrar, mas com o suporte da literatura, construir de seus próprios conhecimentos. Conclui-se assim que o exercício do ensino-aprendizagem utilizando-se de narrativas associadas às marcas culturais da surdez (LIBRAS e identidade visual) oportuniza uma aprendizagem para além dos limites do espaço escolar.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/88101
Arquivos Descrição Formato
000912071.pdf (773.0Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.