Repositório Digital

A- A A+

O turno integral na perspectiva da comunidade escolar da EMEF Erna Würt

.

O turno integral na perspectiva da comunidade escolar da EMEF Erna Würt

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título O turno integral na perspectiva da comunidade escolar da EMEF Erna Würt
Autor Velasques, Luciane
Orientador Tonini, Ivaine Maria
Data 2013
Nível Especialização
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Educação. Curso de Especialização em Educação Integral Integrada.
Assunto Comunidade escolar
Educação integral
Programa Mais Educação.
Resumo A pesquisa desenvolvida constitui em mostrar a visão da comunidade da Escola Municipal de Ensino Fundamental Erna Würth sobre a implantação do projeto de Turno Integral que ocorreu no presente ano. A escola em questão está inserida no bairro Guajuviras, Canoas/RS, e é frequentada por uma comunidade na sua maioria carente. No ano de 2012, a escola trabalhava apenas com o Programa Mais Educação como perspectiva de Turno Integral, contando assim com oficineiros, para atender o máximo de 240 alunos que ficavam na escola mais três horas no turno inverso da aula regular. Pensou-se então em um projeto que contemplasse alunos das séries iniciais do Ensino Fundamental de 1º ano ao 4º ano, usando como complemento de organização e pessoal o Programa Mais Educação para tornar a idéia possível. No final de 2012 o projeto foi apresentado aos professores das turmas envolvidas e aos oficineiros do Programa Mais Educação, inicialmente o projeto previa o Turno Integral com funcionamento das 9 horas às 16 horas, como já acontecia com quem freqüentava o Programa. No início do ano letivo, quando a proposta foi apresentada aos pais, alguns foram contrários e optaram por seus filhos não participarem do Turno Integral, outros no decorrer do primeiro mês de projeto, transferiram seus filhos para uma escola vizinha. Diante de atitudes como essas, saber o que a comunidade pensa em relação ao projeto pode ser uma forma de melhorar essa implantação ou adequar algumas situações presentes em sua organização. As pessoas entrevistadas foram questionadas sobre o que pensavam em relação ao Turno Integral, a importância do projeto em relação à educação do seu filho, pontos positivos e negativos, além de relatos sobre as aulas complementares. As informações observadas e coletadas através de entrevistas com professores, pais e alunos serviram para refletir sobre as formas de implantação e organização do Turno Integral neste período. A falta de professores, a mudança de horário e estrutura das aulas complementares, foram fatores que contribuíram para que alguns pais, principalmente, vissem uma desorganização do projeto. Porém no geral, a comunidade tem uma visão promissora do Turno Integral, com a confiança de segurança e cuidado dos seus filhos. Alunos gostando de ficar mais tempo com os amigos e professores. Professores trabalhando em prol de uma educação integral. Enfim, a pesquisa mostra que a visão da comunidade escolar é positiva e o projeto bem aceito apesar dos contratempos.
Tipo Trabalho de conclusão de especialização
URI http://hdl.handle.net/10183/88112
Arquivos Descrição Formato
000910387.pdf (177.2Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.