Repositório Digital

A- A A+

Uso e confecção de jogos pedagógicos para alfabetização : um estudo de caso

.

Uso e confecção de jogos pedagógicos para alfabetização : um estudo de caso

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Uso e confecção de jogos pedagógicos para alfabetização : um estudo de caso
Autor Silva, Odila Simone Silva da
Orientador Rangel, Annamaria Píffero
Data 2013
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Educação. Curso de Pedagogia: Licenciatura.
Assunto Alfabetização
Brinquedo
Jogos
Jogos pedagógicos
Resumo A relevância do jogo no processo de alfabetização tem sido demostrado por diversos autores pois, conforme estudiosos, o jogo é um instrumento didático de suma importância nas práticas educativas em sala de aula, e possibilita aos alunos grandes benefícios no desenvolvimento intelectual e cognitivo, servindo de estímulo para suas relações interpessoais, que são peças fundamentais no processo de ensino aprendizagem. Mesmo assim, o que se observa é que a maioria dos professores faz um uso muito limitado dos jogos em sala de aula e geralmente, quando o jogo é introduzido ele é feito da mesma forma que a aula magistral, ou seja, o professor decide quando e qual o jogo será realizado. Todos os alunos da turma devem jogar o mesmo jogo ao mesmo tempo. Esta pesquisa está baseada num estudo de caso onde se procura verificar qual o diferencial na prática pedagógica de uma professora da rede estadual de ensino, que há três anos consegue alfabetizar praticamente toda a turma do primeiro ano usando como ferramenta didática os jogos específicos para a alfabetização. O interesse por este tema surgiu a partir da vivência com turmas de alfabetização nos anos iniciais durante as semanas de mini- práticas docentes e estágio curricular ocorridos durante o curso de pedagogia, onde pude observar que muitas vezes as dificuldades e a falta de interesse dos educandos durante o processo de alfabetização podem ser intensificadas pelos educadores, ao utilizar uma metodologia inadequada e por não repensar suas práticas pedagógicas. Os alunos necessitam de práticas desafiadoras que lhes motivem. Como denotam as pesquisas de Aguiar(2001) o jogo é reconhecido como meio de fornecer à criança um ambiente agradável, motivador, planejado e enriquecido, que possibilita a aprendizagem de várias habilidades. Normalmente as crianças gostam de aprender e de fazer todos os exercícios propostos, e quando isso não acontece é porque alguma coisa não está indo bem. Passou-se então à procura de uma professora que tivesse um alto índice de aprendizagem no primeiro ano do ensino fundamental para ver como decorria sua aula. Foi realizado um estudo de caso numa sala de aula onde a professora dedica diariamente a primeira hora do dia para que os alunos escolham livremente os jogos que desejam. Nesta turma foi realizada observação em sala de aula, entrevista sobre a que ela atribui esse sucesso na aprendizagem de seus alunos e análise dos tipos de jogos confeccionados por ela. A presente pesquisa foi realizada no período de agosto a outubro do mesmo ano.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/88140
Arquivos Descrição Formato
000911667.pdf (595.2Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.