Repositório Digital

A- A A+

Characterization for plant height and flowering date in the biological species oat

.

Characterization for plant height and flowering date in the biological species oat

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Characterization for plant height and flowering date in the biological species oat
Autor Matiello, Rodrigo Rodrigues
Sereno, Maria Jane Cruz de Melo
Carvalho, Fernando Iraja Felix de
Barbosa Neto, Jose Fernandes
Pacheco, Marcelo Teixeira
Pegoraro, Diego Girardi
Taderka, Ivone
Resumo A utilização de raças silvestres em hibridações com o grupo cultivado em aveia (Avena sativa L.) tem sido fonte de incremento da variabilidade genética. Desta forma, o presente trabalho foi desenvolvido com o objetivo de identificar e caracterizar a variabilidade genética dos caracteres morfofisiológicos estatura de planta e dias da emergência à floração em grupos de genótipos cultivados de aveia, introduções silvestres de A. fatua L., e em populações segregantes dos cruzamentos naturais de A. sativa x A. fatua. Ampla variabilidade genética foi revelada para os caracteres avaliados tanto dentro como entre os grupos. O grupo silvestre A. fatua demonstrou plantas de elevada estatura e precoces. Foi possível encontrar populações segregantes de A. sativa x A. fatua com reduzida estatura e precocidade. As introduções silvestres de A. fatua avaliadas neste trabalho podem ser utilizadas em programas de melhoramento para incrementar a variabilidade genética, pela transferência de caracteres específicos para o germoplasma cultivado.
Abstract The use of wild oat races in artificial hybridization with cultivated oat (Avena sativa L.) has been used as a way of increasing the variability. This work aimed to identify the variability for plant height and flowering date of groups of cultivated oat genotypes, wild introductions of A. fatua L. and segregating populations of natural crosses between A. sativa and A. fatua. Wide genetic variability was observed for both traits in the groups and between them. The wild group of A. fatua L. showed high plants with early maturity, but in the segregating group there was reduced plant height and early maturity. The wild introductions of A. fatua L. studied in this work can be used in oat breeding programs to increase genetic variability by transferring specific characters into the cultivated germ plasm.
Contido em Pesquisa Agropecuaria Brasileira : 1977. Brasilia. Vol. 34, n. 8 (ago. 1999), p. 1393-1398
Assunto Aveia : Melhoramento genetico vegetal : Variabilidade genetica : Segregacao
[en] Avena fatua
[en] plant breeding
[en] segregating populations
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/88199
Arquivos Descrição Formato
000246504.pdf (31.14Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.