Repositório Digital

A- A A+

Variabilidade espacial de micronutrintes em solo sob pivô central no sul do estado de Mato Grosso

.

Variabilidade espacial de micronutrintes em solo sob pivô central no sul do estado de Mato Grosso

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Variabilidade espacial de micronutrintes em solo sob pivô central no sul do estado de Mato Grosso
Outro título Spatial variability of microelements in soil under center pivot irrigation system in southern mato grosso state, brazil
Autor Couto, Eduardo Guimaraes
Klamt, Egon
Resumo Este estudo foi desenvolvido para identificar, caracterizar e comparar a estrutura da dependência espacial dos micronutrientes boro, cobre, ferro, manganês e zinco solúveis em um Latossolo Vermelho-Escuro sob pivô central após 14 anos de uso intensivo, no sul do Estado de Mato Grosso. O esquema de amostragem consistiu de coletas de 132 amostras com espaçamento regular de 167 m, especialmente idealizado para determinar a variabilidade espacial em distância de até 1 m. Com exceção do zinco, o uso intensivo propiciou um aumento significativo nas concentrações desses nutrientes na camada mais afetada pelo manejo (0-20 cm), mesmo assim insuficientes para atingir o nível crítico estabelecido para a região. Cerca de 95% das amostras de boro, 75% das amostras de cobre, 95% das amostras de manganês e 1,5% das amostras de zinco apresentaram valores abaixo do nível crítico, distribuídos diferentemente pelos quadrantes, o que mostra que as práticas de fertilização e/ou as operações de preparo de solo não foram eficientes na distribuição e homogeneização dos fertilizantes.
Abstract This study was carried out to identify, characterize and compare spatial structures of boron, copper, iron, manganese and zinc in a Dark-Red Latosol under crop field intensively managed for 14 years with a center pivot irrigation system in the Southern Mato Grosso State, Brazil. The soil sampling scheme, consisting of 132 systematic sampling, in which sampling points were located at regular intervals of 167 m, in such a way that it was possible to determine the soil variability at 1 m distance. The result showed that, with exception of the zinc, the intensive land use increased significantly the nutrients concentration in the upper layer, however it was insufficient to reach the critical level established for the region. About 95% of boron samples, 75% of copper samples, 95% of manganese samples and 1.5% of zinc samples presented values below the critical level. These values were differently distributed by the quadrants in the center pivot, showed that fertilizers application and /or soil tillage were not efficient to distribute and to homogenize the fertilizers.
Contido em Pesquisa Agropecuária Brasileira: 1977. Brasília. Vol. 34, n. 12 (dez. 1999), p. 2321-2329
Assunto Manejo do solo : Micronutriente : Espacejamento : Fertilidade do solo : Latossolo : Solo argiloso : Mato Grosso, BR
[en] geostatistics
[en] precision agriculture
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/88201
Arquivos Descrição Formato
000270476.pdf (370.1Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.