Repositório Digital

A- A A+

No espaço estamos, no tempo somos : identidades de alunos no entre lugar dos anos iniciais e finais do ensino fundamental

.

No espaço estamos, no tempo somos : identidades de alunos no entre lugar dos anos iniciais e finais do ensino fundamental

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título No espaço estamos, no tempo somos : identidades de alunos no entre lugar dos anos iniciais e finais do ensino fundamental
Autor Dal Moro, Marília Bervian
Orientador Rodrigues, Maria Bernadette Castro
Data 2013
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Educação. Curso de Pedagogia: Licenciatura.
Assunto Aluno
Ensino fundamental
Pesquisa
Resumo Este Trabalho de Conclusão de Curso aborda a temática da construção da categoria aluno no Ensino Fundamental de Nove Anos e tem como problemática central a seguinte questão: “Como se caracteriza a passagem ocorrida entre os Anos Iniciais e Finais do Ensino Fundamental e como esta interpela a constituição das identidades de alunos que vivenciam este processo?”. Ancorado em autores que discutem acerca do currículo e das relações escolares, da construção da categoria aluno e da constituição de identidades contemporâneas, este estudo articulou algumas contribuições dos Estudos Culturais em Educação, tendo como foco os alunos que ocupam o entre lugar entre o Quinto e o Sexto Anos do Ensino Fundamental (EF). Desta forma, foram estabelecidos dois objetivos principais: analisar narrativas de sujeitos alunos do Quinto e do Sexto Anos dos EF, problematizando as formas pelas quais estes sujeitos ocupam este entre lugar entre os Anos Iniciais e Finais do EF e analisar narrativas de professores que atuam nestes níveis de ensino sobre este entre lugar, problematizando de que forma seus discursos também constituem identidades de alunos. Através de uma abordagem qualitativa de pesquisa educacional, estruturei dois grupos de discussão com os alunos e duas entrevistas semiestruturadas com professoras de uma escola da rede estadual do município de Porto Alegre/RS. Os eixos analíticos que costuraram as discussões contemplaram as formas pelas quais tais alunos se relacionam com o tempo e o espaço escolar e sobre as identidades dos mesmos, sendo estas cambiantes pelos universos infantis e juvenis. Como reflexões finais, o estudo destacou a necessidade de uma escuta sensível por parte dos professores e um entendimento dos novos sentidos que os alunos do século XXI produzem sobre o ambiente escolar.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/88219
Arquivos Descrição Formato
000911332.pdf (549.7Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.