Repositório Digital

A- A A+

Esclerose múltipla no brasil : estudo de custo da doença e de custo-efetividade dos tratamentos disponíveis no país

.

Esclerose múltipla no brasil : estudo de custo da doença e de custo-efetividade dos tratamentos disponíveis no país

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Esclerose múltipla no brasil : estudo de custo da doença e de custo-efetividade dos tratamentos disponíveis no país
Autor Finkelsztejn, Alessandro
Orientador Polanczyk, Carisi Anne
Data 2013
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Medicina. Programa de Pós-Graduação em Epidemiologia.
Assunto Análise custo-benefício
Esclerose múltipla
Resumo Este é um estudo que envolveu dois objetivos: determinação do custo da Esclerose Múltipla no Brasil, considerando custos diretos e indiretos ao longo de 1 ano de vida; e determinação da relação de custo-efetividade dos tratamentos disponíveis no País em relação ao tratamento sintomático da doença. Foram aplicados questionários a 102 pacientes de um hospital universitário, e foram revisados seus respectivos prontuários. Todos os custos relativos à doença foram computados: consultas médicas, medicações de uso sintomático, terapia com imunomoduladores ou imunossupressores, internações, exames complementares realizados, custos de cuidadores, tratamento de pulsoterapia em hospital-dia e taxa de aposentadoria. Quanto aos aspectos de custo-efetividade, foi realizada uma modelagem de Markov no sentido de determinar os custos e os ganhos em QALYs de cada um dos tratamentos disponíveis para a EM no Brasil, ou seja, o beta-interferon 1b, beta-interferon 1a intramuscular, beta-interferon 1a sub-cutâneo, acetato de glatiramer, natalizumabe, e fingolimode. O custo geral de cada paciente com EM ao longo de 1 ano foi de R$ 22.648,12 , sendo que 0,4% foi devido a consultas médicas, 4,04% devido a custo de cuidadores, 0,3% devido a atendimento domiciliar, 1,66% a exames complementares, 0,3% a medicações sintomáticas, 0,3% a tratamento de pulsoterapia em hospital-dia, 0,4% a internações, e 92,3% a medicações específicas para EM (imunomoduladores e imunossupressores). Quanto aos resultados da análise de custo-efetividade, o caso-base, após 10 anos de tratamento, demonstrou que o natalizumabe foi o medicamento mais custo-efetivo (em QALYs) em relação a todos os demais tratamentos, seguido pelo fingolimode, porém às custas de uma razão custoefetividade incremental (RCEI) elevada.
Abstract This is a study with 2 objectives: calculation of the costs (direct and indirect costs) of Multiple Sclerosis (MS) in Brazil during a 1-year period ; and the calculation of the cost-effectiveness of fingolimod in Brazil. A hundred and two questionnaires were applied to MS patients in a tertiary hospital, and their respective medical registries were reviewed. All costs related to the disease were computed: medical consultations, symptomatic medications, immunonodulators or immunossupressants, admissions, complementary tests, day-hospital use, and rates of retirement. In relation to the cost-effectiveness aspects, there was performed a Markov modeling in order to determine the costs and QALYs gains for every available therapy in Brazil, obviously including fingolimod, that is not reimbursed in our country yet. The mean annual cost of a MS patient in Brazil is R$ 22.648,12. The relative participation of each particular cost in the mean annual cost is the following: medical consultations (0,4%), caregivers (4,04%), home care assistance (0,3%), complementary tests (1,66%), symptomatic medications (0,3%), day-hospital use (0,3%), admissions (0,4%), and specific medications for MS (92,3%). In relation to the cost-effectiveness analysis, the base-case after 10-year treatment, demonstrated that natalizumab was the most cost-effective drug when compared to any other treatment for MS, followed by fingolimod. Their respective ICERs were, however, elevated.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/88318
Arquivos Descrição Formato
000912894.pdf (100.7Kb) Texto parcial Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.