Repositório Digital

A- A A+

Como salvar do esquecimento os atos bravos do passado rio-grandense : a Província de São Pedro como um problema político-historiográfico no Brasil imperial

.

Como salvar do esquecimento os atos bravos do passado rio-grandense : a Província de São Pedro como um problema político-historiográfico no Brasil imperial

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Como salvar do esquecimento os atos bravos do passado rio-grandense : a Província de São Pedro como um problema político-historiográfico no Brasil imperial
Autor Boeira, Luciana Fernandes
Orientador Cezar, Temistocles Americo Correa
Data 2013
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em História.
Assunto Historiografia brasileira
Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro.
[en] Brazilian historic and geographic institute
[en] Brazilian historiography
[en] Imperial Brazil
Resumo No Brasil do século XIX, o Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro (IHGB), fundado na Corte do Rio de Janeiro, em 1838, foi o local escolhido pelo governo central para dar vida ao projeto de forjamento de uma história pátria capaz de oferecer ao país um discurso histórico próprio e que o mostrasse como uma unidade política indivisa e carregada de princípios unificadores nacionais. Sob o manto protetor da Monarquia Constitucional, considerada o principal fator de união dos membros da jovem nação brasileira, coube, principalmente, ao IHGB pensar essa nação intelectualmente, por meio da promoção da História e da Geografia. Dessa maneira, a fim de cumprir sua meta de composição de uma história para o Brasil, o IHGB se propôs a coletar, em todas as províncias que formavam o vasto território nacional, informações que pudessem servir para a composição da História e da Geografia brasileiras, centralizando no Rio de Janeiro, sede da Monarquia, o material recolhido por todo o país. Esse trabalho passou a contar com um novo braço quando, na Província do Rio Grande do Sul, foi fundado o Instituto Histórico e Geográfico da Província de São Pedro (IHGPSP), associação letrada com propósitos semelhantes aos do IHGB. Assim, tendo que lidar com a criação de uma associação congênere à sua (e justamente em uma das províncias mais belicosas do Império), o IHGB precisou responder ao pedido de filiação do IHGPSP. Mais ainda: necessitou lidar com o estabelecimento de uma instituição que tinha como finalidade narrar a história do Rio Grande, tarefa até então mantida sob seu controle. O presente trabalho tem por objetivo compreender como se deu o processo de constituição de uma escrita da história sobre o Rio Grande do Sul ao longo do século XIX tendo como estratégia principal a análise do material sobre o Rio Grande coletado, principalmente, em dois periódicos oitocentistas: a Revista do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro e a Revista do Instituto Histórico e Geográfico da Província de São Pedro, tomadas como as principais publicações que, durante o período imperial, se ocuparam da narrativa da história rio-grandense. A pesquisa pretende, igualmente, investigar o IHGPSP e o IHGB como lugares sociais de prática historiográfica e, ainda, se debruçar sobre o papel dos principais letrados que estiveram envolvidos no processo de elaboração de uma escrita da história rio-grandense dentro dessas instituições.
Abstract In Brazil, during the 19th Century, the Brazilian Historic and Geographic Institute (Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro – IHGB), founded in the Court of Rio de Janeiro, in 1838, was the site chosen by the central government to give life to the project of shaping a national history capable of offering the country a particular historical discourse, which would portray Brazil as an undividable political unity with unified national principles. Under the protection of the Constitutional Monarchy, which was considered the main element that could unite the members of the young Brazilian nation, IHGB received the task to think this nation intellectually, by elevating History and Geography. To that end, aiming to accomplish the goal of composing a history to Brazil, IHGB proposed itself to collect information that could be used in the composition of the Brazilian History and Geography, in all provinces that were part the wide national territory, concentrating the material collected all over the county in Rio de Janeiro, the seat of the Monarchy. This enterprise received further assistance when, in the Province of Rio Grande do Sul, the Historic and Geographic Institute of the Province of São Pedro (Instituto Histórico e Geográfico da Província de São Pedro – IHGPSP) was founded; this erudite association had similar goals to the IHGB. Thus, having to deal with an association much alike its own (and precisely set in one of the most quarrelsome provinces of the Empire), IHGB had to respond to the request of admission of IHGPSP. And, in addition to that, it had to deal with the establishment of an institution that aimed to narrate the history of Rio Grande, an activity under its sole control until that point. This thesis aims at comprehending the process of constitution of the writing of a history of Rio Grande do Sul throughout the 19th Century, having as its main strategy the analysis of the material on Rio Grande collected especially in two periodicals from this century: the Magazine of the Brazilian Historic and Geographic Institute (Revista do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro) and the Magazine of the Historic and Geographic Institute of the Province of São Pedro (Revista do Instituto Histórico e Geográfico da Província de São Pedro). Those magazines are considered the main publications that, during the Imperial period, take up the narrative of the history of Rio Grande do Sul. This research intends, likewise, to investigate IHGPSP and IHGB as social sites of historiographic practice and, furthermore, to scrutinize the role of the leading savants involved in the process of development of the writing of a history of Rio Grande do Sul within these institutions.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/88323
Arquivos Descrição Formato
000906575.pdf (2.518Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.