Repositório Digital

A- A A+

Desenvolvimento de modelo animal suíno para estudo da Barreira antirrefluxo : validação da técnica da pressão e volume de vazão gástricos

.

Desenvolvimento de modelo animal suíno para estudo da Barreira antirrefluxo : validação da técnica da pressão e volume de vazão gástricos

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Desenvolvimento de modelo animal suíno para estudo da Barreira antirrefluxo : validação da técnica da pressão e volume de vazão gástricos
Autor Duarte, Marcos Eugênio Soares
Orientador Barros, Sergio Gabriel Silva de
Co-orientador Freitag, Carmen Perez de Freitas
Data 2009
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Medicina. Programa de Pós-Graduação em Ciências em Gastroenterologia e Hepatologia.
Assunto Medicina veterinaria
Modelos animais
Refluxo gastroesofágico
[en] Animal experimentation
[en] Animal models of the disease
[en] Gastric yield pressure
[en] Gastric yield volume
[en] Gastroesophageal reflux disease
[en] Validation
Resumo Introdução: O complexo anatômico-funcional localizado na junção esôfagogástrica é uma barreira ao refluxo gastresofágico. A pressão e o volume intragástricos necessário para vencer essa barreira são denominados Pressão de Vazão Gástrica e Volume de Vazão Gástrico e são utilizados em modelos animais para medir a sua competência, entretanto, a sua validação ainda não foi determinada. Objetivos: Desenvolver um modelo experimental suíno e validar a pressão e o volume intragástricos para estudo da barreira antirrefluxo. Métodos: Suínos da raça Large White com 8 semanas de vida, do sexo feminino foram utilizados neste experimento. Após a anestesia dos animais, foi realizada a manometria esofágica e um cateter de pHmetria posicionado 5 cm acima do esfíncter esofágico inferior. Uma sonda Foley de três vias foi introduzida no estômago através de gastrostomia e o duodeno obliterado através de um laço com gaze úmida. HCL (0,1N) foi infundido lentamente no estômago e medidos a pressão e o volume intragástricos, em tempo real em sistema digital. A pressão e o volume intragástricos no momento da queda abrupta do pH esofágico (pH< 3) foram definidas como Pressão de Vazão Gástrica (PVG) e Volume de Vazão Gástrico (VVG). Após o experimento, a sonda Foley foi retirada, o duodeno liberado e a gastrostomia ocluida com pontos cirúrgicos. Os animais foram mantidos em local apropriado até a repetição dos experimentos sete dias após. Resultados: Dez animais (peso médio = 20 Kg) foram estudados. Os valores médios (± DP) nos dias 0 e 7 foram, respectivamente: PVG 7,66 ± 3,02 versus 7,07 ± 3,54 (p =0,510 teste t de student e 0,557 para o teste exato de Wilcoxon) e VVG 636,70 ± 216.74 versus 608,30 ± 276,66; (p =0,771 teste t de Student e 0,846 para teste de Wilcoxon) não apresentaram diferença estatística significativa. Entretanto, quando aplicado o Coeficiente de Correlação de Concordância a reprodutibilidade foi significativa apenas para a PVG (CCC de 0,648), mas não para a VVG (CCC de 0,27). Conclusão: O modelo animal desenvolvido identifica reprodutibilidade para a PVG, mas não para a VVG. A PVG pode ser utilizada com confiança para o estudo da barreira anti-refluxo.
Abstract Introduction: The anatomic functional complex situated at the esophago-gastric junction is a barrier to gastroesophageal reflux. The intragastric pressure and volume necessary to overcome this barrier is called Gastric Yield Pressure and Gastric Yield Volume and used in animal models to measure the anti-reflux competence. However, its validation has not been determined. Objectives: Develop an experimental pig model and validate the intragastric pressure and volume to study the anti-reflux barrier. Methods: Large White pigs two month-old females were used in this experiment. After anesthesia esophageal manometry and a pH sensor placed 05 cm above the lower esophageal sphincter. A threeway Foley catheter was introduced into the stomach through a gastrostomy and duodenum tied with a wet gauze. The Foley probe allowed simultaneous HCl (0.1 N) infusion into the stomach and real time measurement of the intragastric pressure and volume on a digital system system. The intragastric pressure and volume simultaneous to a sudden fall in esophageal pH (pH <3) were defined as the Gastric Yield Pressure (GYP) and the Gastric Yield Volume (GYV). After the experiment, the Foley was removed, the duodenum untied and gastrostomy occluded with surgical stitches. The animals were kept in an appropriate room and the experiment repeated after seven days. Results: Ten animals (mean weight = 20 kg) were studied. The mean values (± SD) on days 0 and 7 were, respectively: GYP 7.66 ± 3.02 and 7.07 ± 3.54 (p = 0,510 student t test and 0.557 for Wilcoxon’s exact test) and GYV 636.70 ± 216.74 and 608.30 ± 276.66, (p =0,771 student t test and 0.846 for Wilcoxon) had no significant statistic difference. However, when the concordance correlation coefficient was applied reproducibility was found only for GYP (CCC = 0,648) but not for GYV (CCC = 0.27). Conclusion: The developed animal model disclosed reproducibility for GYP but not for GYV. GYP may be used with confidence to study the anti-reflux barrier.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/88336
Arquivos Descrição Formato
000912739.pdf (1.598Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.