Repositório Digital

A- A A+

Comparação do efeito do turno de atividade física no consumo alimentar de esportistas

.

Comparação do efeito do turno de atividade física no consumo alimentar de esportistas

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Comparação do efeito do turno de atividade física no consumo alimentar de esportistas
Autor Milhão, Danielle Alves
Orientador Hidalgo, Maria Paz Loayza
Data 2013
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Medicina. Programa de Pós-Graduação em Medicina: Ciências Médicas.
Assunto Alimentação
Exercício
[en] Chronobiology
[en] Chronotype
[en] Eveningness
[en] Food intake
[en] Morningness
[en] Physical activity
Resumo Introdução: O horário de realização de atividades, nos seres humanos, pode influenciar fatores fisiológicos, comportamentais e sociais. Podendo interferir, então, em questões relacionadas à atividade física e consumo alimentar. Objetivos: Identificar características acerca da atividade física e alimentação em esportistas que treinavam pela manhã e à noite. Métodos: Foi realizado através da aplicação de questionários (cronotipo, atividade física habitual e recordatório alimentar de vinte e quatro horas) e aferição de medidas antropométricas (peso e altura). Resultados: Foram encontradas correlações positivas entre a matutinidade e a prevalência de indivíduos treinando pela manhã, maior escore total de atividade física, e maior consumo de quilocalorias e proteínas pela manhã. Conclusão: Os achados sugerem que a tipologia circadiana está envolvida com a preferência pela prática de exercícios em determinados turnos, e tendências no consumo energético e proteico, além do nível de atividade física. Mas ainda são necessárias mais pesquisas na crescente área da cronobiologia associada à nutrição e exercícios.
Abstract Background: The time of conducting activities, in humans, may influence physiological, behavioral and social factors. And may interfere, then, on physical activity and food intake issues. Objective: Identify characteristics about physical activity and feeding in sportspeople who trained in the morning and the evening. Methods: Was conducted through the use of questionnaires (chronotype, habitual physical activity and twenty-four hours food recall) and anthropometric measurements (height and weight). Results: Positive correlations were found between morningness and morning training, higher total score of physical activity, and higher intake of kilocalories and protein in the morning. Conclusion: The findings suggests that the circadian typology is involved with preference for exercises practicing in certain shifts, and trends in energy and protein intake, beyond the physical activity level. But still more research is needed in the growing area of chronobiology associated with nutrition and exercise.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/88431
Arquivos Descrição Formato
000912058.pdf (395.5Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.