Repositório Digital

A- A A+

Mulher, corpo e credibilidade: um estudo cartográfico sobre as apresentadoras dos principais telejornais do país

.

Mulher, corpo e credibilidade: um estudo cartográfico sobre as apresentadoras dos principais telejornais do país

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Mulher, corpo e credibilidade: um estudo cartográfico sobre as apresentadoras dos principais telejornais do país
Autor Scott, Gabriella Padilha
Orientador Fonseca, Virginia Pradelina da Silveira
Co-orientador Silva, Márcia Veiga da
Data 2013
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Biblioteconomia e Comunicação. Curso de Comunicação Social: Habilitação em Jornalismo.
Assunto Relações de gênero
Telejornalismo
[en] Body on TV
[en] Gender relations
[en] Intersectionality
[en] Television journalism
Resumo Este trabalho mapeia os atributos corporais que, na visão das empresas de comunicação, conferem credibilidade às jornalistas apresentadoras de telejornais. Para isso, discorre sobre a presença da mulher, do ponto de vista histórico, nas bancadas dos telejornais brasileiros. Descreve atributos corporais das apresentadoras, tais como faixa etária, composição corporal, cor, aparência dos cabelos e rosto. Além disso, procura identificar a existência de um possível padrão de aparência para o papel de apresentadora de telejornal. Aplica como aporte teórico os estudos feministas (SCOTT, 1992; LOURO, 2003; MEYER, 2005), estudos sobre relações de gênero (SCOTT, 1989; NICHOLSON, 2000; VEIGA, 2012a), sobre interseccionalidades (PISCITELLI, 2008) e sobre o corpo (LOURO, 2004; GOELLNER, 2005; NOVAES, 2011; VEIGA, 2012b) . Usando a cartografia como método, traça um mapa cartográfico dos objetos de pesquisa: as apresentadoras dos principais telejornais da grade de televisão aberta brasileira. São elas (em ordem alfabética): Adriana Araújo (Jornal da Record), Karyn Bravo (Jornal do SBT – Noite), Katiuscia Neri (Repórter Brasil - Noite), Maria Cristina Poli (Jornal da Cultura), Patrícia Poeta (Jornal Nacional) e Ticiana Villas-Bôas (Jornal da Band). Ao final, conclui que as apresentadoras são, em sua totalidade, brancas, de aparência “magra”; em sua quase totalidade, jovens e cabelos e rosto dentro dos padrões de beleza vigentes em nossa sociedade. Em relação à aparência, as jornalistas mulheres são mais exigidas do que os homens, e as características predominantes não coincidem com as da grande maioria da população brasileira.
Abstract This study maps the body attributes that, from the communication companies' perspective, give credibility to the women journalists who host television news programs. In order to do this, gender and body issues are discussed as social constructs. Also, the presence of women anchors of Brazilian news shows is discussed from its historical point of view. In addition the hostess' bodily attributes are described, such as age, body composition, color of skin and hair and face appearance. Moreover, it seeks to identify possible standards of appearance for these women journalists. As a theoretical support, are presented the feminist (SCOTT, 1992; LOURO, 2003; MEYER, 2005), and gender studies (SCOTT, 1989; NICHOLSON, 2000; VEIGA, 2012a), that discuss issues about intersectionality (PISCITELLI, 2008) and about the body (LOURO, 2004; GOELLNER, 2005; NOVAES, 2011; VEIGA, 2012b). Using mapping as the method, a cartographic map outlines this study's objects of research: the major hostesses to the Brazilian open television broadcasting, which are (in alphabetical order): Adriana Araújo (Jornal da Record), Karyn Bravo (Jornal do SBT – Noite), Katiuscia Neri (Repórter Brasil - Noite), Maria Cristina Poli (Jornal da Cultura), Patrícia Poeta (Jornal Nacional) and Ticiana Villas-Bôas (Jornal da Band). In conclusion, all the presenters are white-skinned, with a “thin” appearance; almost all of them are young, and their hair and face are according to the standards of beauty that prevail in our society. In relation to the looks, more demands are made to women rather than men, and the predominant features presented do not match the ones of the major part of the Brazilian population.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/88508
Arquivos Descrição Formato
000913023.pdf (3.011Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.