Repositório Digital

A- A A+

Um só, três filmes: produção de sentido na Triologia das Cores, de Krzysztof Kieslowski

.

Um só, três filmes: produção de sentido na Triologia das Cores, de Krzysztof Kieslowski

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Um só, três filmes: produção de sentido na Triologia das Cores, de Krzysztof Kieslowski
Autor Cunha, João Fabricio Flores da
Orientador Silva, Alexandre Rocha da
Data 2013
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Biblioteconomia e Comunicação. Curso de Comunicação Social: Habilitação em Jornalismo.
Assunto Crítica cinematográfica
Kieslowski, Krzysztof
Resumo Esta monografia investiga a atualização dos valores da Revolução Francesa de liberdade, igualdade e fraternidade nos filmes da Trilogia das Cores, do diretor polonês Krzysztof Kieślowski: Azul (1993), Branco (1994) e Vermelho (1994). Buscou-se compreender a produção de sentido na trilogia entendendo os filmes em relação, a partir de procedimentos de repetição e de intercruzamentos entre eles. A partir da fundamentação das micropolíticas e dos conceitos de molar, molecular e de literatura menor, de Gilles Deleuze e Félix Guattari, realizou-se uma argumentação teórica sobre o posicionamento dos valores no campo político. Considerando-se a teoria do sentido proposta por Deleuze, e com base na análise semiótica, efetuou-se a caracterização dos ideais revolucionários como paradoxos, analisando as figuras de expressão desses paradoxos nos filmes a partir de relações intersemióticas estabelecidas por articulações entre elementos audiovisuais.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/88511
Arquivos Descrição Formato
000912967.pdf (1.932Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.