Repositório Digital

A- A A+

As políticas educacionais em construção no ENEM : uma abordagem da área das ciências da natureza e suas tecnologias

.

As políticas educacionais em construção no ENEM : uma abordagem da área das ciências da natureza e suas tecnologias

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título As políticas educacionais em construção no ENEM : uma abordagem da área das ciências da natureza e suas tecnologias
Autor Galeazzi, Cristiane
Orientador Souza, Nádia Geisa Silveira de
Data 2013
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Ciências Básicas da Saúde. Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências: Química da Vida e Saúde.
Assunto Ciências
Ensino médio
Exame Nacional do Ensino Médio.
Política educacional
Tecnologia
Resumo Enquanto um mecanismo avaliador dos estudantes egressos do Ensino Médio, o ENEM vem atuando no controle e na regulação das propostas curriculares desse nível de ensino. Este trabalho desenvolveu a pesquisa de mestrado na qual analisamos as possíveis implicações da organização formulada pelo ENEM, referente à criação da área de conhecimento Ciências e suas Tecnologias no currículo do Ensino Médio, na área de Biologia. Apresentamos um panorama histórico dos elementos políticos, econômicos, científico-tecnológicos e sociais implicados na criação de discursos sobre competências, habilidades, tecnologia e conhecimentos, vistos como necessários na formação de um sujeito aluno/profissional adequado a crescente globalização e tecnologização mundial. Ao mesmo tempo, apresentamos as propostas de currículo para o Ensino Médio descritas em documentos nacionais. Analisamos as proposições de documentos internacionais e nacionais, desde os anos 1990, tais como o Relatório Delors (1993-1996), o Plano Decenal da Educação para Todos (1993-2003), a Lei de Diretrizes e Bases para a Educação, as Diretrizes Curriculares Nacionais do Ensino Médio e os Parâmetros Curriculares Nacionais para o Ensino Médio, além de outros documentos, procurando compreender as possíveis relações de continuidade ou descontinuidade com a criação da área Ciências da Natureza e suas Tecnologias no ENEM. A tecnologia emerge como condição necessária para a contextualização do conhecimento das diferentes áreas e para a integração no mundo do trabalho, a fim de que o Ensino Médio atenda às exigências econômicas e às demandas do mercado de trabalho. A pesquisa além de relacionar os documentos referentes ao ENEM e, por conseguinte, ao Ensino Médio, analisou a transposição entre as questões do ENEM (na área já referida) dos anos de 2009 e 2011 e as proposições advindas dos documentos. Encontraram-se incoerências entre tais proposições e as questões analisadas, indicando, ao menos superficialmente, uma possível falta de articulação entre as realidades do aluno egresso do Ensino Médio, as indagações do Exame e as expectativas dos documentos. O estudo vincula-se ao campo dos Estudos Culturais nas suas vertentes pós-estruturalistas.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/88628
Arquivos Descrição Formato
000911184.pdf (1.023Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.