Repositório Digital

A- A A+

Resposta da percepção de esforço em séries de exercícios de força em diferentes intensidades de 1RM

.

Resposta da percepção de esforço em séries de exercícios de força em diferentes intensidades de 1RM

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Resposta da percepção de esforço em séries de exercícios de força em diferentes intensidades de 1RM
Autor Oliveira, Mateus Silva Barcelos de
Orientador Kruel, Luiz Fernando Martins
Data 2013
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Educação Física. Curso de Educação Física: Licenciatura.
Assunto Esforço físico
Treinamento de força
Resumo Estudos recentes propõem-se a estudar diferentes escalas de percepção de esforço e sua aplicabilidade na prescrição do treinamento de força (TF). Entretanto, uma das lacunas nos estudos do comportamento da percepção de esforço no TF é de que forma se comporta a percepção do esforço dos praticantes do TF ao longo da série de força. Tendo em vista a escassez de estudos com abordagens específicas com o propósito de verificar a percepção de esforço ao longo de todas as repetições da série até a fadiga, esse estudo tentou esclarecer o seguinte questionamento: qual é a resposta da percepção de esforço em séries de exercícios de força em diferentes intensidades de 1RM. A amostra do presente estudo foi composta por 13 homens adultos jovens com idade entre 18 e 35 de idade, moradores da cidade de Porto Alegre, Brasil. Todos os indivíduos da amostra eram treinados em força. Os principais resultados do estudo apontam para um aumento crescente na PE ao longo dos momentos da série, bem como maiores índices de esforço percebido (IEPs) com maiores cargas. A análise estatística foi feita em um software SPSS V.17.0 A comparação entre os valores de RMs entre as diferentes intensidades, foi feita por meio do teste T pareado. A relação entre os valores de 1RM entre a etapa de teste e reteste, foi feita por meio da correlação intraclasse (ICC). A comparação dos valores dos IEP nos respectivos exercícios entre as quatro intensidades (55, 65, 75 e 85% 1RM) e cinco momentos (1ª e última repetição, percentil 25, 50 e 75 da série) foi realizada por meio da análise de variância para medidas repetidas, sendo que a localização das diferenças foi feita por meio do teste de Bonferroni.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/88630
Arquivos Descrição Formato
000913323.pdf (972.9Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.