Repositório Digital

A- A A+

Comunicação Quilombola: aproximações e distanciamento entre as organizações sociais e as organizações tradicionais

.

Comunicação Quilombola: aproximações e distanciamento entre as organizações sociais e as organizações tradicionais

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Comunicação Quilombola: aproximações e distanciamento entre as organizações sociais e as organizações tradicionais
Autor Ferreira, Tanize Mocellin
Orientador Grijó, Wesley Pereira
Data 2013
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Biblioteconomia e Comunicação. Curso de Comunicação Social: Habilitação em Relações Públicas.
Assunto Comunicação organizacional
Comunidade quilombola
Resumo Este trabalho tem como objetivo geral verificar quais são e como ocorrem os processos comunicacionais nas comunidades remanescentes de quilombo Quilombo do Areal e Família Fidélix, ambas situadas em Porto Alegre-RS, e como esses processos se aproximam ou se distanciam da teoria da comunicação organizacional. A partir do entendimento de grupos étnicos como organização social (BARTH, 1969) e dos estudos sobre comunicação organizacional, buscamos identificar características particulares da comunicação desenvolvida dentro de um contexto comunitário, seus conteúdos, objetivos e funções, procurando compreender como eles são influenciados pelo contexto de luta pela asseguração de seus territórios. A metodologia consiste em revisão bibliográfica sobre comunicação organizacional, observação participante e entrevistas em profundidade. Foram entrevistados dois membros de cada comunidade, escolhidos por terem posições de liderança e observadas duas reuniões da Associação de Moradores do quilombo Família Fidélix. O trabalho evidencia que as comunidades quilombolas, apesar de não serem usualmente enxergadas como uma organização pela sociedade, possuem várias características semelhantes a empresas e organizações tradicionais, como diferentes fluxos comunicacionais e preocupação com sua visibilidade. No que tange aos objetivos da comunicação, no entanto, os distanciamentos são mais eminentes, já que as comunidades quilombolas organizam-se primordialmente para obtenção de seus títulos de propriedade, sem metas econômicas ou estratégias de construção de imagem-conceito.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/88891
Arquivos Descrição Formato
000912587.pdf (2.594Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.