Repositório Digital

A- A A+

Territórios sonoros de significação: o som enquanto estratégia de comunicação para as organizações

.

Territórios sonoros de significação: o som enquanto estratégia de comunicação para as organizações

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Territórios sonoros de significação: o som enquanto estratégia de comunicação para as organizações
Autor Daniel, Camila
Orientador Conter, Marcelo Bergamin
Co-orientador Silva, Alexandre Rocha da
Data 2013
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Biblioteconomia e Comunicação. Curso de Comunicação Social: Habilitação em Relações Públicas.
Assunto Estratégia de comunicação
Identidade sonora
[en] Branding
[en] Communication
[en] Music
[en] Sound
[en] Sound image
Resumo Este trabalho discute a utilização do som enquanto estratégia de comunicação para marcas e organizações a partir da análise de três objetos: o Nokia Tune, ringtone produzido para a empresa de celulares Nokia, os sons de inicialização do sistema operacional Windows e três spots de rádio que apresentam a logo sonora da Panvel Farmácias. O referencial teórico revisita as teses sobre imagem sonora, paisagem sonora e ritornelo, considerando os movimentos de desterritorialização e de reterritorialização e o papel da linguagem e dos signos neste processo. A ideia aqui defendida implica reconhecer que as imagens sonoras produzidas por estes sons se apresentam como ritornelos de agenciamento sonoro e são capazes de produzir territórios de significação sobre as marcas e as organizações. A partir das análises dos objetos selecionados, observamos a importância de reconhecer os processos de atualização e de diferenciação de si das imagens sonoras, bem como a necessidade de refletir sobre elas considerando as paisagens sonoras nas quais estão inseridas.
Abstract This work discusses the use of sound as a communication strategy for brands and organizations. For such, we analyze three objects: the Nokia Tune ringtone, produced for the mobile company Nokia, the startup sounds of Windows and three radio spots that present the sound logo of Panvel. The theoretical reference revisits the concept about sound image, soundscape and refrain, considering its movements of deterritorialization and reterritorialization, as well as the role of language and the signs in this process. The idea proposed here implies in recognizing that the sound images produced by these sounds work as refrain functioning as sonic assemblages and are capable of producing territories of meaning about brands and organizations. From the analysis of the selected objects, we noted the importance of recognizing processes of actualization of the sound images, as much as how they differentiate from themselves from noise images. We also perceived the need to reflect on them considering the soundscapes in which they are inserted.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/88895
Arquivos Descrição Formato
000912616.pdf (1.514Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir
000912616.zip (2.722Mb) Áudio Arquivo ZIP Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.