Repositório Digital

A- A A+

As condições de vida e de trabalho dos operários da construção no Rio Grande do Sul

.

As condições de vida e de trabalho dos operários da construção no Rio Grande do Sul

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título As condições de vida e de trabalho dos operários da construção no Rio Grande do Sul
Autor Mascaro, Lucia Elvira Alicia Raffo de
Orientador Liedke Filho, Enno Dagoberto
Data 1982
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Sociologia.
Assunto Construcao civil : Mao-de-obra
Construcao civil : Operarios
Operariado : Rio Grande do Sul Brasil
Tese
Trabalhadores na construção civil : Rio Grande do Sul
Trabalho e trabalhadores : Rio Grande do Sul
Resumo Este estudo visa a caracterizar a situação da força de trabalho da construção civil, particularmente a ocupação na edificação, no Rio Grande do Sul contemporâneo. Analisa, inicialmente, as funções dadas â construção nas economias capitalista e socialista, para se deter logo no es tudo do contexto macroeconômico, social e político dentro do qual o setor construção civil está inserido, analisando suas principais características e as razões de sua situação atual na economia capitalista dependente. Realiza-se, a seguir, uma análise histórico-estrutural, onde o processo de transformação da ocupação da mão-de-obra pela edificação e seus problemas correlatos, são tratados intimimante vinculados as mudanças macro-sócio-econômicas que operam dentro da sociedade brasileira tomada na sua totalida de e no Rio Grande do Sul em separado. 0 período 1950-80 é es tudado em detalhe porque se considera que a compreensão dos processos de transformações nele acontecidas é de fundamental importância para a análise da situação da força de trabalho da construção civil. A questão da tecnologia e do emprego fe cha a análise histórico-estrutural. Através de um corte temporal,analisa-se,finalmente,o in tervalo de tempo que permeia a década 1970-80, desenvolvendo, particularmente para 1981,os diferentes aspectos que permitem caracterizar a situação da força de trabalho e do emprego na edificação gaúcha,entendendo-se estes como componentes da to talidade e tendo em vista o modelo de desenvolvimento vigente. Uma resenha das perspectivas futuras encerra o trabalho.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/89816
Arquivos Descrição Formato
000023719.pdf (54.50Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.