Repositório Digital

A- A A+

Resistência aos fármacos e os resultados evolutivos clínico-laboratoriais observados em pacientes com tuberculose participantes do inquérito nacional de resistência em Porto Alegre no período de 2006 - 2007

.

Resistência aos fármacos e os resultados evolutivos clínico-laboratoriais observados em pacientes com tuberculose participantes do inquérito nacional de resistência em Porto Alegre no período de 2006 - 2007

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Resistência aos fármacos e os resultados evolutivos clínico-laboratoriais observados em pacientes com tuberculose participantes do inquérito nacional de resistência em Porto Alegre no período de 2006 - 2007
Autor Micheletti, Vania Celina Dezoti
Orientador Moreira, José da Silva
Data 2012
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Medicina. Programa de Pós-Graduação em Ciências Pneumológicas.
Assunto Resistência a medicamentos
Tuberculose resistente a múltiplos medicamentos
[en] Drug resistance
[en] HIV
[en] Multirresistance
[en] Tuberculosis
Resumo Tuberculose droga resistente (TBDR) e Tuberculose multidroga resistente (TBMDR) constituem preocupação mundial, usualmente associadas com abandono do tratamento e aumento da mortalidade. Em 2009 a incidência de tuberculose (TB) em Porto Alegre foi de 116/100.000 habitantes, e a taxa de abandono do tratamento anti-TB foi de 15,0%. Objetivo: Conhecer o comportamento epidemiológico da tuberculose resistente em Porto Alegre. Métodos: Estudo transversal e de coorte histórica não concorrente. Incluiu 299 pacientes procedentes de hospitais e unidades básicas de saúde, participantes do II Inquérito Nacional de Resistência as Drogas em Tuberculose (INRDT) realizado em Porto Alegre, em 2006 e 2007. Os pacientes apresentaram amostras com cultura positiva, teste de sensibilidade e espécie da micobactéria confirmada. Os dados foram coletados de entrevistas com os pacientes, dos prontuários, e de sistemas outros de informação. Resultados: Observou-se uma prevalência global de TBDR e TBMDR, respectivamente, de 14,4% e 4,7%. Em pacientes virgens de tratamento, a prevalência de TBDR e de TBMDR foi, respectivamente, de 8,5% e 2,2%; e, em pacientes com tratamento anti-TB prévio, foi de 68,0% para a TBDR e de 12,0) para a TBMDR. Por meio de modelos multivariados, as variáveis independentemente associadas à TBDR foram retratamento e duração de sinais e sintomas respiratórios, enquanto que na TBMDR, somente sintomas respiratórios mantiveram-se associados. Os pacientes com TBDR apresentaram menor negativação da baciloscopia durante o tratamento, menor proporção de cura, maior tendência a referir hemoptise e recidiva, e os com TBMDR apresentaram mais vezes doença renal crônica. Conclusão: Os resultados obtidos em Porto Alegre sinalizam a necessidade de estratégias que efetivem a detecção precoce de TBDR e monitoramento da qualidade da assistência terapêutica.
Abstract Resistant tuberculosis (DRTB) and multidrug resistant TB (MDR-TB) is a global concern usually associated with the occurrence of abandonment and mortality. In 2009 the incidence of TB in Porto Alegre was 116/100.000 inhabitants, abandonment of anti-TB treatment was 15.0%. Objective: To understand the epidemiological behavior of drug-resistant tuberculosis. Methods: Cross-sectional and non-concurrent cohort study. There have been included 299 patients from hospitals and basic health units participating in the Second National Survey about Drug Resistance in Tuberculosis (INRDT) held in Porto Alegre city in 2006 and 2007. Patients showed samples with positive culture, sensitivity test and mycobacterium species confirmed. Data were collected by patient interviews, secondary data from medical records, information systems and others. Results: There was an overall prevalence of MDR-TB and DRTB respectively 14.4% and 4.7%. In treatment-virgin patients DRTB and MDR-TB was respectively 8.5% and 2.2% and patients with prior anti-TB treatment DRTB and MDR-TB was 68.0% and 12.0%. Through multivariate models, associated independent variables with DRTB were retreatment and duration of respiratory signs and respiratory symptoms. Regarding to the MDR-TB only respiratory signs and respiratory symptoms remained associated. Patients with DRTB presented smaller parasite smear during treatment, lower cure rates, greater tendency to refer hemoptysis and relapse, MDR-TB cases had more chronic renal disease. Conclusion: The results obtained in Porto Alegre city indicate the need for strategies that enforce DRTB early detection and monitoring quality of care therapy.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/89989
Arquivos Descrição Formato
000863155.pdf (2.295Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.