Repositório Digital

A- A A+

A associação entre estresse e níveis pressóricos dos policiais militares de Porto Alegre

.

A associação entre estresse e níveis pressóricos dos policiais militares de Porto Alegre

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A associação entre estresse e níveis pressóricos dos policiais militares de Porto Alegre
Autor Melo, Matheus Ayres
Orientador Lautert, Liana
Data 2013
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Enfermagem. Curso de Enfermagem.
Assunto Estresse ocupacional
Hipertensão
Policial militar
Saúde do trabalhador
Resumo Os policiais militares estão expostos a uma diversidade de situações em que sua integridade física e mental está em risco. Devido à própria característica do trabalho policial, está profissão está entre as mais estressantes. O estresse tem como característica desencadear reações no organismo capazes de alterar o equilíbrio físico e mental do individuo, para que o mesmo possa enfrentar a situação estressante. Ao se tornarem freqüentes, essas reações podem vir a desenvolver um processo patológico onde algumas funções fisiológicas são alteradas, dentre elas está a pressão arterial. A hipertensão arterial sistêmica é o principal fator de risco para doenças cardiovasculares e no Brasil, chega a afetar 17 milhões de indivíduos. Portanto, este estudo tem o objetivo de identificar a proporção de policiais militares, do Batalhão de Operações Especiais de Porto Alegre, expostos ao estresse, que apresentam níveis pressóricos elevados. Trata-se de uma pesquisa quantitativa, em base de dados, com delineamento transversal, recorte do projeto “Impacto do Estresse e de Técnicas de Relaxamento na Variabilidade da Freqüência Cardíaca em Policiais Militares”. A amostra foi de 112 policiais militares. O projeto foi aprovado pela Comissão de Pesquisa da Escola de Enfermagem da UFRGS e assinou-se um termo de responsabilidade para uso dos dados. O estresse foi mensurado por meio da versão curta da escala do modelo Esforço - Recompensa, o peso aferido por uma balança digital calibrada e a pressão arterial avaliada em milímetros de mercúrio. Os dados para os cálculos foram transpostos para o programa Statistical Package for the Social Sciences no qual foram analisados. A partir daí, foram realizadas analises de associação entre as variáveis em estudo e utilizado o Test t de Student e o Teste quiquadrado de Pearson. A amostra pesquisada incluiu 112 policiais com idade média de 35,92 ±8,12 anos (idade mínima de 22 anos e máxima de 54 anos), sendo 107 (95,53%) do sexo masculino e cinco (4,46%) do sexo feminino. A maioria referiu ter tempo para descanso (83%), mas, em contrapartida, pouco tempo para lazer (60,7%). A maioria dos policiais (58%) está exposta ao estresse laboral, ou seja, percebe desequilíbrio entre esforço e recompensa segundo a escala de Desequilíbrio entre o Esforço e a Recompensa. Dos policiais avaliados, 49 (43,7%) apresentaram nível pressórico elevado. Quanto ao índice de massa corporal, 90 (81,08%) indivíduos apresentaram IMC elevado com tendências a obesidade, segundo a classificação da Organização Mundial da Saúde. Quanto à avaliação de risco para desenvolvimento de doença cardiovascular (segundo a relação de medida cintura/quadril), 78 indivíduos (69,64%) estão dentro da zona de risco. Através dos dados, é possível observar que, o estresse afeta 65 (58%) policiais observados, dos quais, 26 (40%) apresentam nível pressórico elevado, Não havendo assim, diferença significativa entre o estresse dos policiais hipertensos e não hipertensos. Frente aos resultados, conclui-se que apesar de não haver relação significativa entre os dados observados no trabalho, existem altos índices de e fatores de risco cardiovascular entre os policiais observados, o que requer uma intervenção por parte dos profissionais da saúde, buscando melhorar a qualidade de vida deste profissional.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/90066
Arquivos Descrição Formato
000913654.pdf (585.4Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.