Repositório Digital

A- A A+

Avaliação da carga de trabalho, estresse psicossocial e resiliência nos profissionais de enfermagem em uma unidade de internação para adultos portadores de germes multirresistentes

.

Avaliação da carga de trabalho, estresse psicossocial e resiliência nos profissionais de enfermagem em uma unidade de internação para adultos portadores de germes multirresistentes

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Avaliação da carga de trabalho, estresse psicossocial e resiliência nos profissionais de enfermagem em uma unidade de internação para adultos portadores de germes multirresistentes
Outro título Evaluation of workload, psychosocial stress and resilience of nursing professionals in an inpatient facility for adults with multidrug-resistant organisms
Outro título Evaluación de la carga de trabajo, el estrés psicosocial y la resiliencia de los profesionales de enfermería en un centro de internación para adultos con organismos resistentes a múltiples fármacos
Autor Macedo, Andréia Barcellos Teixeira
Orientador Souza, Sônia Beatriz Cócaro de
Data 2013
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Enfermagem. Programa de Pós-Graduação em Enfermagem.
Assunto Carga de trabalho : Pessoal de saúde
Germes multirresistentes
Saúde do trabalhador : Enfermagem
Unidades de internação : Enfermagem : Trabalho
[en] Occupational health
[en] Psychological
[en] Resilience
[en] Workload
[es] Carga de trabajo
[es] Resiliencia psicológica
[es] Salud laboral
Resumo Estudo de delineamento transversal com objetivo de analisar carga de trabalho, risco para estresse psicossocial e a resiliência nos profissionais da Enfermagem que cuidam de adultos portadores de GMR em um hospital universitário. O local do estudo foi uma unidade de internação do Hospital de Clínicas de Porto Alegre. A carga de trabalho foi avaliada através da coleta dos dados do prontuário eletrônico de 80 pacientes, no período de agosto a dezembro de 2012. Foram utilizados os instrumentos do Sistema de Classificação de Pacientes(SCP) de Perroca e do Nursing Activities Score(NAS). O estresse psicossocial e a resiliência foram avaliados em 39 profissionais da enfermagem através das escalas Desequilíbrio Esforço-recompensa e Escore de Resiliência. Os dados foram analisados por meio de estatística descritiva e analítica, com utilização do software SPSS 18.0. Conforme o SCP de Perroca, a classificação quanto à necessidade de cuidados do paciente resultou em 18 (22,5%) pacientes com cuidados Intermediários, 35 (43,7%) semiintensivos e 27 (33,8%) intensivos (p< 0,001). O tempo médio para cuidado aferido por meio da NAS foi de 12 ± 4 horas em 24 horas, por paciente (49,9 ± 14,9 pontos). O risco para estresse psicossocial foi constatado em 69,23% (27) da amostra e a média do escore de resiliência foi 132 ± 15,94 pontos. Os resultados demonstram profissionais expostos à alta carga de trabalho em situação de risco e vulnerabilidade para estresse psicossocial. Sugere-se revisar quadro de pessoal e organização do trabalho, bem como implementar programas para reforço de estratégias de enfrentamento dos níveis de estresse no trabalho.
Abstract Cross-sectional study aimed to analyze workload, psychosocial stress risk and resilience score in nursing professionals who care for adults with multidrug-resistant organisms a university hospital. The study site was in a inpatient unit of the Hospital de Clinicas de Porto Alegre. For a description of the workload data were collected from the electronic medical records of 80 patients in the period from August to December 2012, totaling 674 records and tools were used System Patient Classification Perroca and Nursing Activities Score. Instruments from the System Patient Classification of Perroca and from Nursing Activities Score were used. The psychosocial stress and resilience were assessed in 39 nursing professionals through questionnaires Effort-reward imbalance and Resilience score. Data were analyzed using descriptive and analytical statistics, using the SPSS 18.0 software. As the SCP of Perroca, ranking as the need for patient care resulted in 18 (22.5%) patients with Intermediate Care, 35 (43.7%), semi-intensive and 27 (33.8%) intensive (p <0.001). The average time for care to these patients identified by the NAS was 49.9 ± 14.9 points. The risk for psychosocial stress was observed in 69,23% (27) of the sample and the average score was 132 ± 15.94 Resilience points. The results indicated workers exposed to high workload at risk and vulnerability to psychosocial stress. It is suggested to review workload and organize programs aimed at strengthening strategies for dealing with stress levels at work.
Resumen Estudio transversal tuvo como objetivo analizar la carga de trabajo, riesgo para estrés psicosocial y la puntuación de resiliencia de los profesionales de Enfermería que atienden a adultos con GMR en un hospital universitario. El sitio de estudio fue un unidad de internación, del Hospital de Clínicas de Porto Alegre. Para una descripción de la carga de trabajo, fueran colectados datos del prontuario electrónico de 80 pacientes en el período de agosto hasta diciembre de 2012 y herramientas se utilizaron del Sistema de Classificação de Pacientes (SCP) de Perroca y del Nursing Activities Score (NAS). El estrés psicosocial y la resiliencia fueran evaluados en 39 profesionales de enfermería usando los cuestionarios Desequilibrio Esforço- Recompensa y Escore de Resistencia. Los datos fueran analizados utilizando estadística descriptiva y analítica, con utilización del software SPSS 18.0. De acuerdo con el SCP de Perroca, la necesidad de la atención al paciente resueltó en 18 (22,5%) pacientes con cuidados intermedios, en 35 (43,7%) casi-intensivos y 27 (33,8%) intensivos (p<0,001). El tiempo medio para cuidado con los pacientes identificados por NAS fue de 49,9 ± 14,9 puntos. El riesgo para el estrés psicosocial fue constatado en 69,23% (27) de la muestra y la media del escore de resiliencia fue 132±15,94 puntos. Resultado indicaran profesionales expuestos a la alta carga de trabajo en situaciones de riesgo y vulnerabilidad para estrés psicosocial. Se sugiere revisar la carga de trabajo y organizar programas visando refuerzo de estrategia para tratar con los niveles de estrés en el trabajo.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/90196
Arquivos Descrição Formato
000914185.pdf (3.819Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.