Repositório Digital

A- A A+

Maioria Tibi : triunfo dinástico de Felipe II na Alegoria da Batalha de Lepanto (c. 1573-1575), de Ticiano Vecellio

.

Maioria Tibi : triunfo dinástico de Felipe II na Alegoria da Batalha de Lepanto (c. 1573-1575), de Ticiano Vecellio

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Maioria Tibi : triunfo dinástico de Felipe II na Alegoria da Batalha de Lepanto (c. 1573-1575), de Ticiano Vecellio
Autor Vieira Junior, Rivadávia Padilha
Orientador Marshall, Francisco
Data 2013
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Filosofia e Ciências Humanas. Curso de História: Licenciatura.
Assunto Felipe II Rei da Espanha, 1527-1598.
Historia e imagem
Tiziano 1488-1576.
[en] Batalla de Lepanto
[en] Vecellio, Ticiano
Resumo Este estudo propõe uma análise centrada na pintura Felipe II, después de la victoria de Lepanto, ofrece al cielo al príncipe don Fernando (Museu do Prado, Madri), realizada entre 1573 e 1575, por um dos mais renomados artistas do Renascimento italiano, Ticiano Vecellio. A obra foi produzida em resposta à encomenda do monarca espanhol Felipe II com a intenção de celebrar dois momentos marcantes de seu reinado no ano de 1571: a vitória naval sobre a frota turca na batalha de Lepanto e o nascimento de seu herdeiro, o infante Dom Fernando. O objetivo é compreender os sentidos e a função do objeto imagético nesse contexto, interpretando a linguagem simbólica da pintura em conexão com os acontecimentos contemporâneos à sua produção. A pintura analisada, apesar de ser reconhecida como a “alegoria da batalha de Lepanto”, não põe foco sobre o acontecimento bélico. A batalha, de facto, está representada no último plano da composição, sendo eclipsada por uma série de elementos carregados de simbolismo dinástico e religioso.
Resumen Este estudio propone un análisis centrado en la pintura de Felipe II, después de la victoria de Lepanto, ofrece al cielo al príncipe don Fernando (Museo del Prado, Madrid), realizada entre 1573 y 1575, por uno de los artistas más famosos del Renacimiento italiano, Tiziano Vecellio. La obra fue producida en respuesta a la orden del monarca español Felipe II con la intención de celebrar dos momentos clave de su reinado en el año 1571: la victoria naval sobre la flota turca en la batalla de Lepanto y el nacimiento de su heredero, el Infante Don Fernando. El objetivo es comprender los significados y la función del objeto pictórico en este contexto, al interpretar el lenguaje simbólico de la pintura en relación con los acontecimientos contemporáneos a su producción. La pintura analizada, a pesar de ser reconocida como la "alegoría de la batalla de Lepanto", no pone el foco a la escena bélica. La batalla, de facto, está representada en el último nivel de la composición, siendo eclipsada por una serie de elementos cargados de simbolismo dinástico y religioso.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/90284
Arquivos Descrição Formato
000914991.pdf (2.833Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.