Repositório Digital

A- A A+

Tráfico ilegal de escravos e características da escravidão em Porto Alegre (1831-1850)

.

Tráfico ilegal de escravos e características da escravidão em Porto Alegre (1831-1850)

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Tráfico ilegal de escravos e características da escravidão em Porto Alegre (1831-1850)
Autor Corso, Graziele
Orientador Xavier, Regina Célia Lima
Data 2013
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Filosofia e Ciências Humanas. Curso de História: Licenciatura.
Assunto Escravidão
Porto Alegre (RS)
Tráfico de escravos
Resumo O objetivo deste trabalho de conclusão de curso é compreender como se configurou a escravidão na cidade de Porto Alegre entre a primeira e segunda proibição do tráfico atlântico de africanos escravizados (1831-1850). Para tanto, foram examinados os dados de inventários post-mortem deste período com a intenção de analisar as características dos escravos que viviam na capital da província do Rio Grande de São Pedro do Sul e avaliar se continuou havendo uma relação de dependência dos proprietários com o comércio de escravos mesmo durante ilegalidade do tráfico para o Brasil após 1830. Destaca-se que este não é um trabalho de demografia histórica, mas sim balanço de questões de cunho mais qualitativo, levantadas a partir da quantificação dos dados obtidos nas fontes. Parece ser possível afirmar que algumas modificações podem ser percebidas em Porto Alegre ainda entre as décadas de 1830 e 1850, mesmo que a proibição em 1831 não tenha sido suficiente para abalar o regime escravista.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/90292
Arquivos Descrição Formato
000914533.pdf (614.3Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.