Repositório Digital

A- A A+

Entre a insegurança estrutural e a ambiguidade da lei : as estratégias de patrões e trabalhadores em relação à lei de Acidentes de Trabalho de 1934 (Porto Alegre, 1935 - 1940)

.

Entre a insegurança estrutural e a ambiguidade da lei : as estratégias de patrões e trabalhadores em relação à lei de Acidentes de Trabalho de 1934 (Porto Alegre, 1935 - 1940)

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Entre a insegurança estrutural e a ambiguidade da lei : as estratégias de patrões e trabalhadores em relação à lei de Acidentes de Trabalho de 1934 (Porto Alegre, 1935 - 1940)
Autor Melo, Antônio D´Amore de
Orientador Schmidt, Benito Bisso
Data 2013
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Filosofia e Ciências Humanas. Curso de História: Licenciatura.
Assunto Acidentes do trabalho
Historia social do trabalho
Patrões e operários
Trabalhadores
Resumo Este trabalho tem por objetivo analisar, a partir de quatro processos judiciais, as estratégias utilizadas por patrões e trabalhadores em relação a lei de acidentes de trabalho de 1934. Porto Alegre, entre 1935 e 1940, foi o local escolhido para a análise destes embates. A referida lei está inserida no contexto da judicialização das relações sociais, onde o Estado foi, cada vez mais, intervindo e regulamentando as relações entre capital e trabalho. No bojo desse processo tanto a burguesia quanto os trabalhadores se mobilizaram em torno das leis, seja, como no caso da burguesia, para moldá-las a seu favor, seja, no caso do operariado, para instrumentalizá-la como uma ferramenta de luta do movimento operário e/ou para que os trabalhadores não organizados cobrassem na Justiça o cumprimento de seus direitos garantidos, teoricamente, pelas leis. Dessa forma, a monografia procura mostrar, num contexto mais amplo, como a Justiça nos anos 20 e 30 constituiu-se como um campo de lutas, contraditório e desigual; e, num contexto mais específico, como a lei de Acidentes de Trabalho de 1934 foi palco de disputas, nas quais os trabalhadores buscavam efetivar o direito de ser reparado frente a ocorrência de um acidente, enquanto o patronato visava o descumprimento de suas obrigações.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/90298
Arquivos Descrição Formato
000914583.pdf (589.2Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.