Repositório Digital

A- A A+

A questão da lei de férias agita o operariado porto-alegrense : a greve de janeiro de 1929 e as relações entre trabalhadores, patrões e governo gaúcho (1925 - 1929)

.

A questão da lei de férias agita o operariado porto-alegrense : a greve de janeiro de 1929 e as relações entre trabalhadores, patrões e governo gaúcho (1925 - 1929)

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A questão da lei de férias agita o operariado porto-alegrense : a greve de janeiro de 1929 e as relações entre trabalhadores, patrões e governo gaúcho (1925 - 1929)
Autor Nunes, Guilherme Machado
Orientador Schmidt, Benito Bisso
Data 2013
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Filosofia e Ciências Humanas. Curso de História: Licenciatura.
Assunto Ferias
Leis trabalhistas
Movimento operário
Resumo Este trabalho tem como objetivo estudar a greve operária de janeiro de 1929 em Porto Alegre e suas possíveis implicações para os trabalhadores, a burguesia industrial e o Estado. Tal greve tinha como única exigência o cumprimento da Lei de Férias, que conferia 15 dias de férias para alguns trabalhadores – dentre eles os da indústria -, aprovada em dezembro de 1925 e sistematicamente descumprida pelo patronato ao redor de todo o país. A aprovação de tal lei se deu em um contexto mais amplo de crescente intervenção estatal nas relações privadas de trabalho, o que gerou muitas disputas entre a classe trabalhadora, os patrões e o próprio Estado ao longo da década de 1920. Nesse cenário, no Rio Grande do Sul, Getúlio Vargas assumiria a presidência do estado em 1928, dando grande importância à questão social, realizando em seu curto mandato – que seria interrompido em 1930 – algumas experiências que seriam a base de suas políticas trabalhistas no governo federal. Dessa forma, esta monografia busca mostrar as disputas em torno da questão social e da Lei de Férias, como o movimento operário pode ter se reorganizado em torno da questão social e como o campo legal passou a ser percebido como mais um espaço de luta.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/90302
Arquivos Descrição Formato
000914647.pdf (6.788Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.