Repositório Digital

A- A A+

Isto é esparta! : a operação historiográfica na construção ficcional dos quadrinhos : os 300 de Esparta de Frank Miller

.

Isto é esparta! : a operação historiográfica na construção ficcional dos quadrinhos : os 300 de Esparta de Frank Miller

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Isto é esparta! : a operação historiográfica na construção ficcional dos quadrinhos : os 300 de Esparta de Frank Miller
Outro título a operação historiográfica na construção ficcional dos quadrinhos : os 300 de Esparta de Frank Miller
Autor Reinke, André Daniel
Orientador Nicolazzi, Fernando Felizardo
Data 2013
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Filosofia e Ciências Humanas. Curso de História: Licenciatura.
Assunto Esparta (Cidade extinta)
Ficção
História em quadrinhos
Miller, Frank 1957-.
[en] Comics
[en] Ficction
[en] History
[en] Imaginary
[en] Interweaving
[en] Sparta
Resumo Há certa ambiguidade na composição de uma obra de literatura ficcional que toma por base para sua intriga um fato real do passado. Tal característica traz à tona a discussão historiográfica em torno de conceitos como História, literatura e ficção. Para adicionar um capítulo ao debate, este trabalho pretende investigar os quadrinhos Os 300 de Esparta, publicado em 1998 pelo norte-americano Frank Miller. A análise da obra segue dois caminhos distintos que se cruzam: o primeiro, verificando que tipo de operação historiográfica é empreendida pelo autor ficcional na fase de pesquisa para construção do seu enredo; o segundo, compreendendo as razões para o rompimento com o paradoxo da História tão caro ao historiador. Finalmente, esta pesquisa procura encontrar um lugar para as representações ficcionais da história por meio da tese do entrecruzamento entre História e ficção de Paul Ricoeur.
Abstract There is certain ambiguity in the writing of a work of fictional literature that bases itself on a real fact of the past for its plot. This characteristic raises the historiographical discussion around concepts such as History, literature and fiction. To add a chapter to the debate, this paper intends to investigate the comic book 300, published in 1998 by the American Frank Miller. The analysis of the work follows two distinct paths that intersect: first, checking what kind of historiographical operation is undertaken by the fictional author in the research phase for the construction of his plot; second, understanding the reasons for breaking with the paradox of History so dear to the historian. Finally, this study tries to find a place for fictional representations of history through Paul Ricoeur‘s thesis of interweaving of History and fiction.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/90304
Arquivos Descrição Formato
000914669.pdf (2.683Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.