Repositório Digital

A- A A+

Memória coletiva e identidade dos veteranos da Associação Brasileira de ex-Integrantes do Batalhão Suez : Rio Grande do Sul (1984-2013)

.

Memória coletiva e identidade dos veteranos da Associação Brasileira de ex-Integrantes do Batalhão Suez : Rio Grande do Sul (1984-2013)

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Memória coletiva e identidade dos veteranos da Associação Brasileira de ex-Integrantes do Batalhão Suez : Rio Grande do Sul (1984-2013)
Autor Ramalho, Camila da Silva
Orientador Koch, Adolar
Data 2013
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Filosofia e Ciências Humanas. Curso de História: Licenciatura.
Assunto Batalhão Suez.
Força de paz
História militar
História oral
Memória
[en] Memory
[en] Military history
[en] Oral history
[en] Suez battalion
[en] UNEF I
[en] UN peace force
Resumo Este trabalho busca analisar os aspectos relativos à memória coletiva dos brasileiros que integraram a primeira Força de Paz da ONU, enviada para a região do Oriente Médio devido aos conflitos existentes com o intuito de manter a paz após a Guerra do Sinai em 1956, entre Egito e Israel. Estes militares permaneceram nesta região até a deflagração da Guerra dos Seis dias, 1967, com o fim da missão retornaram para o Brasil trazendo consigo experiências que marcam suas vidas até hoje. Este Batalhão de Infantaria enviado para a missão foi denominado desde a partida do primeiro contingente como Batalhão Suez, devido à região que iriam permanecer no Oriente Médio. Desta forma, buscou-se entender os elementos simbólicos produzidos pelos veteranos a fim de investigar os vínculos identitários deste grupo social a partir do estudo das ações da Associação Brasileira de ex-Integrantes do Batalhão Suez com sede em Porto Alegre. A História Oral foi um elemento fundamental para a realização deste trabalho que contou com diversos depoimentos e três entrevistas com ex-integrantes do Batalhão Suez, metodologia essencial para a compreensão dos aspectos propostos devido ao discurso identitário dos integrantes da associação estudada.
Abstract This work seeks to analyze aspects related to collective memory of Brazilians that have integrated the first UN peacekeeping force, sent to the Middle East region due to existing conflicts with the purpose of maintaining peace after the Sinai War in 1956, between Egypt and Israel. These soldiers remained in the region until the outbreak of the six day war, 1967, with the end of the mission returned to Brazil bringing experiences that mark their lives until today. This infantry battalion sent to the Mission has been called since the departure of the first contingent as Battalion Suez, due to the region that would remain in the Middle East.In this way, sought to understand the symbolic elements produced by veterans in order to investigate the identity of this social group links from the study of the actions of the Brazilian Association of former Suez Battalion based in Porto Alegre. Oral history was an essential element for the realization of this work which featured several depositions and interviews with three former members of the battalion Suez, essential methodology for understanding of the aspects proposed due to the identity of the members of the Association speech studied.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/90318
Arquivos Descrição Formato
000914660.pdf (1.058Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.