Repositório Digital

A- A A+

Análise microbiológica do glutaraldeído após sucessivas imersões de impressões de alginato

.

Análise microbiológica do glutaraldeído após sucessivas imersões de impressões de alginato

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Análise microbiológica do glutaraldeído após sucessivas imersões de impressões de alginato
Outro título Microbiological analysis of glutaraldehyde after successive immersions of alginate impressions
Autor Meira, Daniela Martins
Leitune, Vicente Castelo Branco
Collares, Fabrício Mezzomo
Van der Sand, Sueli Terezinha
Samuel, Susana Maria Werner
Resumo Objetivo: O objetivo deste estudo foi avaliar através da análise de sua ação bacteriostática e bactericida, a eficácia de uma solução de glutaraldeído 2% após receber sucessivas imersões de impressões de alginato, contaminadas. Materiais e métodos: Foram coletadas sete amostras do desinfetante em uso. A avaliação da ação bacteriostática, das amostras se deu pela presença de bactérias viáveis através do método de Contagem Padrão em Ágar. Para a avaliação da ação bactericida, placas foram inoculadas com Escherichia. coli, Pseudomonas aeruginosa, e Staphylococcus aureus. Poços com 0,9 cm de diâmetro, realizados no meio de cultura das placas, receberam alíquotas de 100L de glutaraldeído, de cada amostra. As placas foram mantidas entre 8-10C, por 16 horas para difusão do composto. Após as placas foram para estufa a 37C, por 24 horas. A atividade antibacteriana foi avaliada pela presença de zonas de inibição de crescimento bacteriano em torno dos poços onde o glutaraldeído foi colocado. Resultados: Os resultados mostram que não houve crescimento bacteriano em nenhuma amostra e que todas as placas inoculadas mostraram zona de inibição pela ação do glutaraldeído. Conclusão: O delineamento deste estudo permite concluir que pelo menos, 70 impressões de alginato podem ser desinfetadas em 3L de glutaraldeído 2%, durante 28 dias.
Abstract Aim: The objective of this work is to evaluate the efficacy of 2% glutaraldehyde solution after successive immersions of contaminated alginate impressions by analyzing its bacteriostatic and bactericidal activity. Materials and methods: Seven samples of the disinfectant were collected. Evaluation of bacteriostatic activity of the samples was performed by observing the presence of viable bacteria through Standard Methods Agar (Plate Count Agar). Plates were inoculated with Escherichia. coli, Pseudomonas aeruginosa, e Staphylococcus aureus in order to evaluate bactericidal activity. Wells with a 0.9 cm diameter at the centre of the plate received aliquots of 100 μL of glutaraldehyde in each sample. Then, the plates were maintained at 8-10ºC for 16 hours to allow diffusion of the compound. Later, the plates were stored at 37ºC in a stove for 24 hours. Antibacterial activity was evaluated by the presence of zone of inhibition in bacterial growth around the wells where the glutaraldehyde was placed. Results: Results show no bacterial growth in any sample, and all inoculated plates showed zone of inhibition in bacterial growth. Conclusion: With this study design, it is possible to conclude that at least 70 alginate impressions may be disinfected in 3L of 2% glutaraldehyde solution during 28 days.
Contido em Revista da Faculdade de Odontologia de Porto Alegre. Porto Alegre. Vol. 52, n. 1/3 (jan./dez. 2011), p. 5-9
Assunto Alginato
Desinfecção
[en] Alginate
[en] Disinfection
[en] Glutaraldehyde
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/94454
Arquivos Descrição Formato
000911859.pdf (143.0Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.