Repositório Digital

A- A A+

Morfodinâmica de um delta artificial na margem oeste da Lagoa Mangueira – RS

.

Morfodinâmica de um delta artificial na margem oeste da Lagoa Mangueira – RS

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Morfodinâmica de um delta artificial na margem oeste da Lagoa Mangueira – RS
Autor Guimarães, Lisiane Silva
Orientador Almeida, Luiz Emílio de Sá Brito de
Co-orientador Toldo Junior, Elirio Ernestino
Data 2014
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Geociências. Programa de Pós-Graduação em Geociências.
Assunto Geologia marinha
Geomorfologia
Mangueira, Lagoa (RS)
[en] Delta
[en] Mangueira lagoon
[en] Morphodynamics
[en] Rice production
[en] Spit
Resumo O estudo, em corpos lagunares, de transportes de sedimentos pode apresentar significativa importância e abrangência. Para que haja compreensão dos mecanismos que ocorrem na linha de costa de um corpo aquoso é fundamental o estudo de sua morfodinâmica e morfologia do sistema. Estes evoluem conjuntamente, visto que a dinâmica determina a morfologia, entretanto uma vez estabelecida a morfologia, esta condiciona a dinâmica. A evolução de corpos lagunares segue a evolução de cinco processos naturais: a segmentação, a acresção vertical, a progradação de deltas, a acresção lateral, a sedimentação marinha e/ou lacustre. Neste estudo é abordado a progradação deltaica. Deltas são acumulações de sedimentos no final de um canal, no qual há uma descarga dentro de um corpo de água. A área selecionada para este estudo situa-se no sul da planície costeira do Estado do Rio Grande do sul, na região norte da Lagoa Mangueira, onde se localiza diversos deltas artificiais presentes no corpo lacustre. Pelo fato de estar inserido no popularmente conhecido “Parque das Capivaras”, a feição estudada ficou denominada como “Delta das Capivaras”. O objetivo do estudo foi desenvolver o modelo de evolução deste delta artificial construído pela atividade das lavouras arrozeiras na margem oeste da Lagoa da Mangueira e avaliar os impactos ambientais causados pelo manejo do solo. A metodologia empregada contemplou variadas técnicas de aquisição e interpretação de dados. As atividades iniciaram com uma revisão bibliográfica e preparação da logística necessária para aquisição de informações em campo, onde foram coletados dados de sedimentologia, batimetria e testemunhos. As atividades posteriores compreenderamm análises, processamentos e tratamentos das amostras e informações obtidas, em laboratório. A integração dos dados forneceu informações importantes sobre a dinâmica e morfologia do Delta das Capivaras. Foi possível concluir que o principal agente formador do delta é o canal artificial gerado pela atividade antrópica devido ao elevado potencial de aporte de sedimentos para o interior da lagoa. A flutuação de nível é pouco representativa e a ação das ondas é secundária na formação do delta, já que o mesmo é protegido por feições arenosas e vegetação. A atividade de orizicultura na margem oeste da Lagoa Mangueira causa rápida eutrofização no corpo aquoso, esse fato mostra que a atividade antrópica causada pelo cultivo de arroz modifica bastante as características naturais desse corpo hídrico, podendo causar impactos na vida e dinâmica da lagoa. O Delta das Capivaras se desenvolveu em um local inferior a 1 km, num intervalo de tempo de décadas; e, por fim, sua gênese foi controlada principalmente pelo aporte de sedimentos. Além disso, está inserido em uma bacia de drenagem litorânea com extensão de área bastante reduzida e relevo com cotas inferiores a 10 metros, não podendo, portanto, gerar uma feição do tamanho do Delta das Capivaras, em um curto espaço de tempo. Essas características classificam o delta como uma feição artificial de escala de engenharia e não geológica.
Abstract The sediment transport in lakes is very important and has a broad scope. In order to acquire comprehension on the processes occurring in the coastline it is vital that the system´s morphodynamics and morphology are studied. These last elements evolve together, since the dynamics determine morphology, however once morphology is established, it affects dynamics. The evolution of these bodies of water follows the evolution of five natural processes: segmentation, vertical accretion, marine and lagoonal sedimentation. In this study, deltaic progradation is analyzed. Deltas are deposits of sediment at the end of a water stream, which is discharged into a body of water. The selected area for this study is located in the southern portion of the coastal plain of Rio Grande do Sul state, in the north sector of the Mangueira Lake, where several artificial deltas are found in the lagoon. Since it is located in the popularly known “Capivaras Park”, the feature which is analysed in this study was named “Delta das Capivaras”. This study aimed to develop the evolution model for this artificially built delta, wich was formed due to rice farming on the west margin of the lake, and also, to evaluate the environmental impacts caused by the soil management. The methodology employed in the study comprised different techniques for the data acquisition and its interpretation. The work began by analyzing related bibliography and planning logistics for the field work, where data on sedimentology, bathymetry and core sample were collected. The later activities comprise analysis, processing and treatment of the obtained samples in the laboratory. The integration of data offered important information on the dynamics and morphology of the Delta das Capivaras. It was possible to conclude that the primary mechanism for the delta development is the artificial channel generated by anthropic activity, due to the elevated potential of sediment transport towards the lagoon. The water level variation has little significant contribution such as the wave action in the delta formation, since it is protected by sand “features” such as sandy spits and vegetation. The rice cultureon the west margin of the Mangueira Lake causes fast eutrophication of the water body, proving that anthropic activity caused by that specific activity strongly modifies the lagoon´s natural features and can possibly impact life and dynamics in this lagoon. The Delta das Capivaras developed in a location less than 1 km, in a time of decades and, finally, its genesis was controlled mainly by sediment supply. Moreover, it is inserted into a coastal drainage basin with little extension area and lower elevation with dimensions less than 10 meters, wherefore cannot generate a feature like Delta das Capivaras, in a short space of time. These characteristics classify the delta as an artificial feature of engineering scale and not geological.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/94710
Arquivos Descrição Formato
000915442.pdf (9.307Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.