Repositório Digital

A- A A+

Flora pleistocênica do Paleolago Cemitério, Catalão, GO: taxonomia e fitofisionomia

.

Flora pleistocênica do Paleolago Cemitério, Catalão, GO: taxonomia e fitofisionomia

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Flora pleistocênica do Paleolago Cemitério, Catalão, GO: taxonomia e fitofisionomia
Autor Silva, Simone Carolina Sousa e
Orientador Iannuzzi, Roberto
Co-orientador Silva,Lucia Helena Soares
Data 2013
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Geociências. Programa de Pós-Graduação em Geociências.
Assunto Catalão (GO)
Cerrado, Região
Paleoflora
Taxonomia
[en] Cemitério paleolake
[en] Cerrado biome
[en] Late pleistocene
[en] Paleoflora
Resumo O Afloramento Paleolago Cemitério, localizado na mina de fosfato a céu aberto da “Ultrafértil”, município de Catalão, Goiás, possui depósito lacustre de idade quaternária (Pleistoceno tardio), originado pelo preenchimento de uma depressão na parte central do Complexo Carbonatítico de Catalão I, onde sedimentos, ricos em espículas de esponjas, diatomáceas e macrorrestos vegetais, assentam discordantemente sobre um domo de rochas magmáticas carbonatíticas do Cretáceo Superior. Foram analisadas as tafofloras do paleolago Cemitério a partir de folhas fósseis de angiospermas presentes em duas Seções (1 e 2). É abordada aqui a taxonomia das folhas fósseis de angiospermas, incluindo descrições morfológicas diagnósticas, e o enquadramento fitofisionômico da paleoflora. Para esse fim, foram coletadas centenas de espécimes de folhas fossilizadas das quais foram selecionados de acordo com o grau de preservação. Os espécimes selecionados foram inicialmente agrupados de acordo com aspectos morfológicos gerais. Os critérios diagnósticos mais importantes utilizados estiveram relacionados aos padrões de nervação. Em seguida, as folhas foram descritas minuciosamente e identificadas com auxílio de especialistas. O estudo taxonômico dos macrorrestos vegetais nessas rochas confirmou a existência de 62 morfótipos identificados (46 em nível específico, 11 em nível genérico e 5 permaneceram apenas como Família) distribuídos em 23 Famílias. Em todos os níveis fossilíferos, os espécimes apresentaram correspondentes modernos. Devido ao excelente grau de preservação dos fósseis, foi possível realizar uma boa identificação taxonômica sugerindo que as folhas presentes no afloramento Paleolago Cemitério sofreram pequenos transportes e desidratação, bem como ataques por agentes biológicos, antes da deposição, tendo assim ficado pouco tempo expostas à degradação subaérea. A composição florística não acusou a presença de elementos de caatinga e sim de uma vegetação tipo formação florestal do Bioma Cerrado. O estudo permitiu também associar as tafofloras com as diferentes fitofisionomias do Cerrado, em especial às formações florestais, indicando a preservação de um mosaico vegetacional e não exclusivamente elementos que representavam apenas as Matas de Galerias. A paleoflora encontrada em Catalão apresentou alta riqueza de espécies identificadas, representando um excelente registro da flora pretérita que ocupou essa região no Pleistoceno.
Abstract The Paleolake Cemitério Outcrop, situated in the open cast mine of Ultrafertil enterprise, in municipality of Catalão, Goiás state, correspond to a lacustrine deposit of Quaternary age (late Pleistocene) originated by filling out a depression in the central part of the Carbonatitic Complex from Catalão I, where the sediments rich in sponge spicules, diatom frustules and plant macroremains, lie unconformably on the dome of carbonatitic magmatic rocks from the Upper Cretaceous. We analyzed the plant assemblages of Paleolake Cemitério from fossil angiosperm leaves present in two Sections (1 and 2). It is addressed here the taxonomy of fossil angiosperm leaves, including the diagnostic morphological descriptions and the fitophysiognomic analysis. For this purpose, we collected a hundreds of specimens of fossil leaves which have been selected to this study according to the degree of preservation. The selected specimens were initially clustered according general morphology. The most important diagnostic criteria used were related to the venation pattern. Then the leaves were described in detail and identified with the aid of experts. The taxonomic analysis of plant remains in these deposit confirmed the occurrence of 62 morphotypes identified (46 in specific level, 11 in generic level and 5 remained only as family) distributed in 23 families. At all fossiliferous levels, the specimens demonstrated modern correspondent taxa. Due to the excellent degree of preservation of plant fossils, it was possible carry out a precise taxonomic identification, suggesting that the leaves present in this outcrop suffered minor transport and low dehydration, as well as attacks by biological agents, before the deposition, what means that they did not be exposed to the subaerial degradation for a long period. The floral composition did not accuse the presence of elements of Caatinga, but of one’s typical of forest formation of the Cerrado Biome. This study allowed also the association of the plant assemblages analyzed with different fitophysiognomies of the Cerrado, especially with forest formations, indicating the preservation of a vegetation mosaic and not only elements that represented exclusively Mata de Galeria. The paleoflora of Catalão showed high species richness indentified, representing a reliable register of the ancient flora that occupied this region during the Late Pleistocene.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/94765
Arquivos Descrição Formato
000916345.pdf (16.99Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.