Repositório Digital

A- A A+

Prevalência de dor nas costas e fatores associados em escolares do Ensino Fundamental do município de Teutônia, Rio Grande do Sul

.

Prevalência de dor nas costas e fatores associados em escolares do Ensino Fundamental do município de Teutônia, Rio Grande do Sul

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Prevalência de dor nas costas e fatores associados em escolares do Ensino Fundamental do município de Teutônia, Rio Grande do Sul
Outro título Prevalence of back pain and associated factors in elementary school students in the town of Teutônia, Rio Grande do Sul
Autor Noll, Matias
Candotti, Cláudia Tarragô
Tiggemann, Carlos Leandro
Schoenell, Maira Cristina Wolf
Vieira, Adriane
Resumo Objetivos: verificar a prevalência de dor nas costas em escolares do ensino fundamental da rede municipal de ensino do município de Teutônia e verificar a associação com fatores demográficos, comportamentais e hereditários. Métodos: estudo epidemiológico transversal em que participaram 743 escolares. Os dados, coletados a partir de um questionário composto de questões sobre dor nas costas nos últimos três meses, e de questões demográficas, comportamentais e hereditárias, foram analisados a partir análise multivariável e do cálculo das Razões de Prevalência (RP). Resultados: a prevalência de dor nas costas foi de 54,1% (n=402), sendo que destes, 17,4% referiram que esta dor impossibilitou a realização de atividades do dia-a-dia. Os escolares do sexo feminino (RP=1,08; p=0,002), os praticantes de exercício físico (RP=1,11; p=0,006) e os escolares cujos pais referem dor nas costas (RP=1,19; p=0,001) apresentam maior prevalência de dor nas costas. Conclusões: os achados indicam alta prevalência de dor nas costas em escolares, associada ao sexo, à prática de exercício físico e à hereditariedade. Informações dessa natureza poderão ser utilizadas no planejamento de programas de educação postural nas escolas municipais de Teutônia.
Abstract Objectives: to determine the prevalence of back pain in elementary school students in the Teutônia school district and examine the association of demographic, behavioral and hereditary factors. Methods: a cross-section of 743 students was examined in the course of research. The data was collected from a questionnaire composed of questions about back pain over the preceding 3 months as well as demographic, behavioral and hereditary questions, which were then analyzed using multivariate analysis and prevalence ratio (PR) calculations. Results: the prevalence of back pain was 54.1% (n = 402), 17.4% of which reported that the pain made it impossible to carry out common everyday activities. Female students (PR=1.08; p=0.002), students active in physical exercise (PR=1.11; p=0.006) and students whose parents reported back pain (PR=1.19; p=0.001) all had a higher prevalence of back pain. Conclusions: the findings indicate that the high prevalence of back pain in students can be linked to gender, the practice of physical exercise and heredity. This information can be used in planning posture education programs in the Teutônia public school system.
Contido em Revista brasileira de saúde materno infantil = Brazilian journal of mother and child health. Recife, PE. Vol. 12, n. 4 (out./dez. 2012), p. 395-402
Assunto Adolescente
Coluna vertebral : Patologia
Qualidade de vida
[en] Adolescent health
[en] Back pain
[en] Epidemiology
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/94852
Arquivos Descrição Formato
000893813.pdf (108.6Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.