Repositório Digital

A- A A+

Avaliação do eixo hipotálamohipófise adrenal no diagnóstico e na remissão da doença de Cushing

.

Avaliação do eixo hipotálamohipófise adrenal no diagnóstico e na remissão da doença de Cushing

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Avaliação do eixo hipotálamohipófise adrenal no diagnóstico e na remissão da doença de Cushing
Outro título Assessment of the hypothalamic-pituitary-adrenal axis in Cushing's disease diagnosis and remission
Autor Costenaro, Fabiola
Rodrigues, Ticiana da Costa
Rollin, Guilherme Alcides Flores Soares
Czepielewski, Mauro Antonio
Resumo A doença de Cushing (DC) permanece um desafio médico com muitas questões ainda não respondidas. O sucesso terapêutico dos pacientes com DC está ligado à correta investigação do diagnóstico síndrômico e etiológico, além da experiência e talento do neurocirurgião. A adenomectomia hipofisária transesfenoidal constitui-se no tratamento de escolha para a DC. A avaliação da remissão da doença no pós-operatório e da recorrência em longo prazo constitui um desafio ainda maior. Especial destaque deve ser dado para o cortisol sérico no pós-operatório como marcador de remissão. Adicionalmente, o uso de corticoide exógeno no pós-operatório apenas em vigência de insuficiência adrenal tem sido sugerido por alguns autores como requisito essencial para permitir a correta interpretação do cortisol sérico nesse cenário. Neste artigo, revisamos as formas de avaliação da atividade da DC e os marcadores de remissão e recidiva da DC após a realização da cirurgia transesfenoidal.
Abstract Cushing’s disease (CD) remains a medical challenge, with many questions still unanswered. Successful treatment of CD patients is closely related to correct approach to syndromic and etiological diagnosis, besides the experience and talent of the neurosurgeon. Pituitary transsphenoidal adenomectomy is the treatment of choice for DC. Assessment of remission after surgery and recurrence in the long term is an even greater challenge. In this regard, special attention should be paid to the role of postoperative serum cortisol as a marker of CD remission. Additionally, the postoperative use of exogenous glucocorticoids only in cases of adrenal insufficiency has been suggested by some authors as an essential practice to enable the use of serum cortisol in this scenario. In this article, we review the forms of evaluation of DC activity, and markers of remission and relapse of CD after transsphenoidal surgery.
Contido em Arquivos brasileiros de endocrinologia & metabologia = Brazilian archives of endocrinology and metabolism. São Paulo. Vol. 56, n. 3 (2012), p. 159-167
Assunto Cirurgia
Hidrocortisona
Hipersecreção hipofisária de ACTH
Hipófise
Remissão espontânea
[en] Cushing’s disease
[en] pituitary surgery
[en] remission
[en] serum cortisol
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/94855
Arquivos Descrição Formato
000865635.pdf (165.3Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.