Repositório Digital

A- A A+

Lactato sérico como marcador de morbimortalidade no pós-operatório de operação de Jatene em lactentes

.

Lactato sérico como marcador de morbimortalidade no pós-operatório de operação de Jatene em lactentes

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Lactato sérico como marcador de morbimortalidade no pós-operatório de operação de Jatene em lactentes
Outro título Serum lactate as mortality and morbidity marker in infants after Jatene's operation
Autor Rocha, Tais Sica da
Silveira, Alan Soares da
Botta, Aline Medeiros
Ricachinevsky, Claudia Pires
Dalle Mulle, Josiane
Nogueira, Aldemir
Resumo Objetivo: Avaliar a morbidade e mortalidade após a operação de Jatene utilizando a dosagem de lactato sérico como principal marcador. Métodos: Foi realizada uma coorte histórica com lactentes da UTI no período de 1995 a 2005 submetidos a essa cirurgia. Foram avaliados o lactato do pré-operatório, pós-operatório imediato (POI), da terceira hora de PO (3ªh), sexta hora (6ªh) de PO e do 1º dia de PO; bem como outros fatores como sepse, sangramento aumentado, síndrome de baixo débito, insuficiência renal, hipertensão pulmonar, arritmias cardíacas, quilotórax, isquemia miocárdica, convulsões e outras complicações. Também foram coletadas informações referentes ao tempo de internação na UTI e ao desfecho (se o paciente morreu ou teve alta da UTI). Resultados: A média de idade dos 76 pacientes foi de 14,59 ± 19,09 dias, peso ao nascimento de 3,128 ± 0,48 kg. Quarenta e quatro pacientes tinham o diagnóstico anatômico exclusivo de transposição de grandes artérias. O tempo médio de CEC foi de 143,78 ± 28,77 minutos, de pinçamento de 87,68 ± 22,3 minutos e de internação na UTI de 20,28 ± 15,62 dias. Vinte quatro (31,58%) pacientes foram a óbito. O lactato aumentou no POI, retornando aos níveis basais em 24h. Os pacientes que foram a óbito apresentaram e mantiveram a partir do POI níveis de lactato mais elevados. O lactato da 3ªh foi o que melhor discriminou mortalidade, área sob a curva 0,68 (IC 0,54-0,83) P=0,035. Entretanto, considerando um ponto de corte para o lactato maior ou igual a 5,8 mmol/dl na 3ªh de PO, obteve-se apenas sensibilidade de 67% e especificidade de 64% para mortalidade. Existe correlação positiva entre o número de complicações e os níveis de lactato. A síndrome de baixo débito com odds ratio (OR) de 7,67 (2,38-24), sangramento aumentado com OR de 2,91 (1,07- 7,94) e complicações respiratórias com OR de 1,67 (1,35- 2,05) são fatores de risco de óbito quando somados. Conclusão: Após a operação de Jatene, a morbidade e a mortalidade podem ser avaliadas com auxílio da dosagem de lactato sérico, sugerindo que valores aumentados na terceira hora são sugestivos de pior prognóstico.
Abstract Objective: To assess the morbidity and mortality after Jatene’s operation using lactate as the main marker. Methods: We performed a historical cohort with infants admitted in a pediatric intensive care unit during 1995 to 2005 who underwent this surgery. We assessed the preoperative, immediate (IPD), third hour (3h), six hour (6h) and first day (POD1) serum lactate as well as other factors such as sepsis, increased bleeding, low cardiac output syndrome, renal insufficiency, pulmonary hypertension, cardiac arrythmias, chylothorax, myocardial ischemia, seizures, presence of other complication, and also information about length of PICU stay and death. Results: The mean age of 76 patients was 14.59± 19.09 days, birth weight 3.128± 0.48 kg Forty-four patients had the diagnosis of simple transposition of great arteries. The circulatory bypass time was 143.78± 28.77 minutes and aortic clamping time of 87.68± 22.3 minutes and LOS of 20.28±15.62 days. Twenty four (31.58%) died during hospital stay. Lactate increased in IPD, returning to baseline at 24 hours. Patients who died raised and maintained IPD lactate higher. The 3h lactate best discriminated mortality with area under the curve of 0.68 (CI 0.54 to 0.83) P = 0.035. However, considering a cutoff point for lactate greater or equal to 5.8 mmol/dl in the 3-h PO, we obtained only 67% sensitivity and specificity of 64% for mortality. There is positive correlation between number of complications and lactate. The low cardiac output syndrome with an odds ratio (OR) of 7.67 (2.38-24), increased bleeding with OR 2.91 (1.07-7.94) and respiratory complication with OR 1.67 (1.35-2.05) are risk factors when combined. Conclusion: After Jatene’s operation, morbidity and mortality can be assessed with the serum lactate levels, suggesting increased values in the third hour is suggestive of a worse prognosis.
Contido em Revista brasileira de cirurgia cardiovascular. São José do Rio Preto, SP. Vol. 25, n. 3 (jul./set. 2010), p. 350-358
Assunto Ácido láctico
Biomarcadores
Complicações pós-operatórias
Procedimentos cirúrgicos cardiovasculares
[en] Lactic acid
[en] Morbidity
[en] Mortality
[en] Transposition of great vessels
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/94906
Arquivos Descrição Formato
000869542.pdf (105.7Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.