Repositório Digital

A- A A+

Itinerários terapêuticos de usuários de medicamentos em uma unidade de estratégia de saúde da família

.

Itinerários terapêuticos de usuários de medicamentos em uma unidade de estratégia de saúde da família

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Itinerários terapêuticos de usuários de medicamentos em uma unidade de estratégia de saúde da família
Outro título Therapeutic itineraries of users of medication in a unit of the family health strategy
Autor Guerin, Giliane Dorneles
Rossoni, Eloá
Bueno, Denise
Resumo Itinerários terapêuticos representam os caminhos percorridos por indivíduos na tentativa de solucionar seus problemas de saúde. Este trabalho analisou o percurso de usuários, quando não foram atendidas as necessidades prescritivas de medicamentos em uma Unidade de Estratégia de Saúde da Família de Porto Alegre, RS. Utilizou- se o cadastro de usuários que não tiveram suas necessidades prescritivas atendidas, efetuouse um questionário em visita domiciliar. Os entrevistados usuários tinham idade entre 53 e 85 anos. Os principais problemas relatados foram a falta de recursos financeiros, dificuldade física de locomoção, efeitos colaterais, receita médica não legível, falta do medicamento nas Farmácias Distritais, receios relacionados a efeitos atribuídos ao medicamento, “burocracia”. Quando não disponível o medicamento na unidade de saúde, a maioria dos usuários (60%) referiu comprar. Com relação à comunicação da equipe de saúde da família na orientação dos fluxos que o usuário deveria acessar para adquirir o medicamento, 25% dos entrevistados referiram que a equipe não forneceu informações necessárias para a aquisição do medicamento que estava faltando.
Abstract Therapeutic itineraries represent the trajectories taken by individuals in an attempt to resolve their health problems. The objective of this study was to analyze the trajectory when user prescription medication needs were not met in a Family Health Strategy Unit of the city of Porto Alegre. A database of users whose prescription needs were not fully met and the application of a questionnaire during home visits was performed. Users interviewed were between 53 and 85 years of age. The main problems reported were lack of money, physical difficulty in locomotion, side effects, illegible prescriptions, unavailability of medication in the local pharmacies of the city, fear of effects attributed to the medication, and “bureaucracy.” When the medication is not available at the health unit, most users (60%) reported buying it. With respect to the communication of the family health team in the orientation of ways that the user can gain access to the medication, 25% of the respondents reported that the team did not provide necessary information about the alternate location for the acquisition of the medication that was lacking.
Contido em Ciência & saúde coletiva. Rio de Janeiro, RJ. Vol. 17, n. 1 (2012), p. 3003-3010
Assunto Farmácia
Medicamentos
Saúde da família
[en] medication
[en] pharmaceutical care
[en] Therapeutic itineraries
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/94931
Arquivos Descrição Formato
000873342.pdf (108.9Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.