Repositório Digital

A- A A+

Intersecções juridico-feministas : trajetórias profissionais de operadores do direito feministas

.

Intersecções juridico-feministas : trajetórias profissionais de operadores do direito feministas

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Intersecções juridico-feministas : trajetórias profissionais de operadores do direito feministas
Autor Santos, Carolina Nunes dos
Orientador Fonseca, Claudia Lee Williams
Data 2013
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Filosofia e Ciências Humanas. Curso de Ciências Sociais: Bacharelado.
Assunto Antropologia feminista
Direitos da mulher
Direitos sexuais
[en] Feminist anthropology
[en] Gender and sexual rights
[en] Juridical field
[en] Matters of concern
[en] Women rights
Resumo Esse trabalho gira em torno da constituição de uma demanda também profissional: direitos da mulher, de gênero e sexuais no âmbito local da cidade de Porto Alegre. Investigo as carreiras profissionais de operadores do direito que comigo passaram pelo grupo de assistência e assessoria G8-Generalizando, integrante de um projeto de extensão universitária da Faculdade de Direito da UFRGS (2010-2012). Para tanto, realizei quinze entrevistas, no total, com três advogados e uma graduanda em direito. O período de realização das entrevistas, de uma inspiração etnográfica feminista, foi de outubro de 2012 a dezembro de 2013. A trajetória desta pesquisa de campo é a base do diálogo entre a perspectiva de Bourdieu, explicitada no conceito de campo jurídico, e de Latour, explicitada na noção de questões de interessamento. Recorrendo às trajetórias profissionais daqueles operadores do direito, reflito sobre as possibilidades de um espaço de intersecção jurídico-feminista.
Abstract This paper revolves around the creation of a professional demand as well: women rights, gender and sexual rights taking place in Porto Alegre city. I research law profisional carriers of my G8-Genealizando colleagues (2010-2012) -a group of “legal support” of a project located at Faculdade de Direito (UFRGS). I made fifiteen interviews with three lawers and one law undergraduate student. The interviews were inspired by a feminist-antropological perspective and proceed from October (2012) throught Dezember (2013). The field research trajectory bases the dialogue between Bourdieu's perspective (put closer by his “juridicical field” concept) and Latour's (put closer by his notion of “matters of concern”). Resorting to the professional trajectories of those professional people who work with law, I attempt to think about the possibilities of a juridical-feminist intersection.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/94984
Arquivos Descrição Formato
000915129.pdf (406.0Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.