Repositório Digital

A- A A+

Estudo do componente lexical das questões de língua espanhola do ENEM

.

Estudo do componente lexical das questões de língua espanhola do ENEM

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Estudo do componente lexical das questões de língua espanhola do ENEM
Autor Finkenauer, Letícia
Orientador Bevilacqua, Cleci Regina
Data 2013
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Letras. Curso de Letras: Português e Espanhol: Licenciatura.
Assunto Avaliação da aprendizagem
Ensino de língua estrangeira (espanhol)
Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM)
Língua espanhola
Processo de leitura
[es] Español como lengua extranjera
[es] Inferencia
[es] Léxico
Resumo O presente trabalho de conclusão de curso tem por finalidade analisar o componente lexical do espanhol no Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM), tomando como objeto de análise as questões de espanhol das provas do ENEM dos anos de 2010 a 2013. O exame das questões é de natureza qualitativa, definindo, nesse trabalho, o que entendemos ser questões pontuais e questões globais em relação ao tratamento do léxico apresentado para avaliar uma habilidade do candidato. Para realizar essas análises, buscamos conhecer as orientações dos Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN), a matriz de referência da prova do ENEM, além de nos apoiarmos na fundamentação teórica referente ao léxico, ao ensino de língua estrangeira, ao processo de leitura e à avaliação. Para tanto, levamos em consideração essa relação da prova com os seus documentos regentes, pensando que nesses últimos há uma preocupação com a aprendizagem do aluno e transformação deste em um sujeito atuante na sociedade, vinculando o estudo de língua estrangeira (LE) a modos de constituição de cidadãos no mundo. A partir da análise realizada foi possível constatar que da forma como são apresentadas as questões no ENEM não é possível fazer uma real avaliação dos conhecimentos dos alunos. Isso se deve em parte pelo fato de se caracterizarem como questões de decodificação que não requerem nem ativação de memória dos conhecimentos prévios de espanhol dos candidatos nem reflexão nos textos apresentados. Assim, foi possível classificar as questões em dois tipos: as pontuais e as globais. As primeiras são aquelas de verificação, onde a resposta correta é uma paráfrase do texto e as outras alternativas se eliminam por não serem plausíveis. Por sua vez, as segundas são aquelas que pedem alguns acionamentos inferenciais e lexicais para que se responda a questão. Pretendemos que esse trabalho traga subsídios para a reflexão crítica sobre esse exame e, consequentemente, para o ensino e para a sociedade.
Resumen La presente tesis de grado pretende analizar el componente lexical del español en el Examen Nacional de la Enseñanza Media (ENEM), y tiene como objeto de análisis las cuestiones de español en la prueba del ENEM de los años de 2010 a 2013. El examen de las cuestiones es cualitativo, definiendo, en este trabajo lo que entendemos ser cuestiones puntuales y cuestiones globales en relación al tratamiento del léxico presentado para evaluar una habilidad del candidato. Para realizar estos análisis, buscamos conocer las orientaciones de los Parámetros Curriculares Nacionales (PCN), matriz de referencia de la prueba del ENEM, además de apoyarnos en el marco teórico referente al léxico, a la enseñanza de lengua extranjera, al proceso de lectura y a la evaluación. Para eso, llevamos en cuenta esa relación de la prueba con sus documentos regentes, pensando que en estos últimos hay una preocupación con el aprendizaje del alumno y su transformación en un sujeto actuante en la sociedad, vinculado al estudio de lengua extranjera (LE) a modos de constitución de ciudadanos en el mundo. A partir del análisis realizado se pudo constatar que de la forma como se presentan las cuestiones en el ENEM no es posible hacer una evaluación real de los conocimientos de los alumnos. Esto se debe en parte por el hecho de caracterizarse como cuestiones de decodificación que no requieren ni activación de memoria de los conocimientos previos de español de los candidatos, ni tampoco reflexión en los textos presentados. De esta forma, fue posible clasificar las cuestiones en dos tipos: las puntuales y las globales. Las primeras son las de verificación, donde la respuesta correcta es una paráfrasis del texto y las otras alternativas se eliminan porque no son plausibles. A su vez, las segundas son las que piden algunos accionamientos inferenciales y lexicales para que se conteste la cuestión. Pretendemos que este trabajo contribuya para la reflexión crítica sobre ese examen y, consecuentemente, para la enseñanza y para la sociedad.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/95010
Arquivos Descrição Formato
000916875.pdf (739.7Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.