Repositório Digital

A- A A+

Freshly isolated hepatocyte transplantation in acetaminophen-induced hepatotoxicity model in rats

.

Freshly isolated hepatocyte transplantation in acetaminophen-induced hepatotoxicity model in rats

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Freshly isolated hepatocyte transplantation in acetaminophen-induced hepatotoxicity model in rats
Outro título Transplante de hepatócitos recém-isolados em um modelo de hepatotoxicidade induzida por acetaminofeno em ratos
Autor Rodrigues, Daniela
Silveira, Themis Reverbel da
Matte, Ursula da Silveira
Study Group on Experimental Hepatology
Abstract Context - Hepatocyte transplantation is an attractive therapeutic modality for liver disease as an alternative for orthotopic liver transplantation. Objective - The aim of the current study was to investigate the feasibility of freshly isolated rat hepatocyte transplantation in acetaminophen-induced hepatotoxicity model. Methods - Hepatocytes were isolated from male Wistar rats and transplanted 24 hours after acetaminophen administration in female recipients. Female rats received either 1x107 hepatocytes or phosphate buffered saline through the portal vein or into the spleen and were sacrificed after 48 hours. Results - Alanine aminotransferase levels measured within the experiment did not differ between groups at any time point. Molecular analysis and histology showed presence of hepatocytes in liver of transplanted animals injected either through portal vein or spleen. Conclusion - These data demonstrate the feasibility and efficacy of hepatocyte transplantation in the liver or spleen in a mild acetaminophen-induced hepatotoxicity model.
Resumo Contexto - O transplante de hepatócitos é uma modalidade terapêutica atrativa para doenças hepáticas como alternativa ao transplante hepático ortotópico. Objetivo - Investigar a factibilidade do uso de hepatócitos frescos isolados de ratos em um modelo de hepatotoxicidade induzida por paracetamol. Métodos - Hepatócitos foram isolados de ratos Wistar machos e transplantados 24 horas após a administração de paracetamol em receptores fêmeas. As ratas receberam 1x107 hepatócitos ou tampão salina fosfato pela veia porta ou no baço e foram sacrificadas após 48 horas. Resultados - Os níveis de alanina aminotransferase medidos durante o experimento não diferiram entre os grupos em nenhum momento. Análises moleculares e histológicas demonstraram a presença de hepatócitos no fígado dos animais transplantados pelo baço ou pela veia porta. Conclusão - Os dados indicam a factibilidade e eficácia do transplante de hepatócitos no fígado ou baço em um modelo de hepatotoxicidade leve induzida por paracetamol.
Contido em Arquivos de gastroenterologia = Archives of gastroenterology. São Paulo. Vol. 49, n. 4 (out./dez. 2012), p. 291-295
Assunto Doença hepática induzida por drogas
Hepatócitos
Modelos animais
Transplante de células
[en] Acetaminophen
[en] Drug-induced liver injury
[en] Hepatocytes, transplantation
[en] Rats
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/95060
Arquivos Descrição Formato
000875626.pdf (819.9Kb) Texto completo (inglês) Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.