Repositório Digital

A- A A+

The effects of anesthetic regimen in 90% hepatectomy in rats

.

The effects of anesthetic regimen in 90% hepatectomy in rats

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título The effects of anesthetic regimen in 90% hepatectomy in rats
Outro título Os efeitos do regime anestésico na hepatectomia de 90% em ratos
Autor Kieling, Carlos Oscar
Backes, Ariane Nádia
Maurer, Rafael Lucyk
Cruz, Carolina Uribe
Osvaldt, Alessandro Bersch
Silveira, Themis Reverbel da
Matte, Ursula da Silveira
Resumo OBJETIVO: Avaliar a influência do regime anestésico sobre a recuperação anestésica, a sobrevida em 72 horas e a glicemia após hepatectomia parcial de 90% em ratos. MÉTODOS: Trinta ratos Wistar machos adultos foram distribuídos em dois grupos conforme o regime anestésico: combinação de ketamina e xilazina intraperitoneal ou isoflurano inalatório. Para prevenção de hipoglicemia foi administrada glicose intraperitoneal e adicionado glicose (20%) na água de beber. RESULTADOS: A recuperação anestésica no grupo ketamina e xilazina foi mais prolongada. Durante primeira hora após hepatectomia, nenhum rato anestesiado com ketamina e xilazina despertou. Todos do grupo isoflurano estavam ativos minutos após final da cirurgia. A sobrevida em 72 horas foi menor (Log rank=0,0001) no grupo ketamina e xilazina (0,0%) que no grupo isoflurano (26,7%). Glicemia em 6 horas do grupo ketamina e xilazina (63±31,7 mg/dL) foi menor (p=0,017) que no grupo isoflurano (98 ±21,2 mg/dL). Prolongado tempo de recuperação anestésica com ketamina e xilazina diminuiu sobrevida e glicemia após hepatectomia 90%. CONCLUSÃO: Anestesia com isoflurano reduziu tempo de recuperação e hipoglicemia, além de aumentar a sobrevida nas primeiras horas, possibilitando uma janela terapêutica adequada para estudos experimentais.
Abstract PURPOSE: To evaluate the influence of the anesthetic regimen on anesthetic recovery, survival, and blood glucose levels following a 90% partial hepatectomy in rats. METHODS: Thirty adult male Wistar rats were divided into two groups according to their anesthetic regimens: intraperitoneal ketamine and xylazine or inhaled isoflurane. In order to prevent hypoglycemia, glucose was administered intraperitoneally and glucose (20%) was added to the drinking water. RESULTS: Anesthetic recovery time was longer in the ketamine and xylazine group. The survival rate after 72 hours was lower (log rank=0.0001) in the ketamine and xylazine group (0.0%) than in the isoflurane group (26.7%). The blood glucose after six hours was lower (p=0.017) in the ketamine and xylazine group (63±31.7 mg/dL) than in the isoflurane group (98±21.2 mg/dL). The prolonged anesthesia recovery time associated with ketamine and xylazine decreased the survival rate and blood glucose levels after 90% hepatectomy. CONCLUSION: Isoflurane anesthesia reduced the recovery time and incidence of hypoglycemia and increased the survival rate in the early hours, providing a therapeutic window that is suitable for experimental studies.
Contido em Acta cirúrgica brasileira. São Paulo. Vol. 27, n. 10 (out. 2012), p. 702-706
Assunto Anestésicos
Hepatectomia
Modelos animais
Ratos
[en] Hepatectomy
[en] Isoflurane
[en] Ketamine
[en] Liver Failure, Acute
[en] Ratos
[en] Xylazine
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/95077
Arquivos Descrição Formato
000866042.pdf (855.4Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.