Repositório Digital

A- A A+

Avaliação da situação de saúde por profissionais da atenção primária em saúde com base no georreferencimento dos sistemas de informação

.

Avaliação da situação de saúde por profissionais da atenção primária em saúde com base no georreferencimento dos sistemas de informação

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Avaliação da situação de saúde por profissionais da atenção primária em saúde com base no georreferencimento dos sistemas de informação
Outro título Health situation assessment by primary care workers based on geographic information systems
Outro título Evaluación de la situación de los profesionales de la salud para la atención primaria de salud, basándose en la georreferenciación de los sistemas de información
Autor Ritter, Fernando
Rosa, Roger dos Santos
Flores, Rui
Resumo A atenção primária em saúde (APS) pouco tem se valido dos sistemas de informação para avaliar a situação de saúde da população devido à dificuldade de compreensão dos relatórios. É usual a definição genérica das ações a partir de constatações empíricas. O objetivo desse trabalho é avaliar se a introdução de indicadores georreferenciados pode ser uma tecnologia para melhorar a identificação da situação de saúde das pessoas, o que ajudaria no planejamento das ações das equipes. Para tanto, foi aplicado um questionário nos profissionais de oito equipes em três momentos: o primeiro, antes da leitura dos relatórios do sistema de informação, o segundo após a leitura e o terceiro usando os georreferenciados. Os resultados mostraram diferença significativa na classificação da situação de saúde quando da utilização do georreferenciamento comparado aos momentos anteriores (p < 0,05). O georreferenciamento facilitou a análise da situação de saúde, propiciando melhor monitoramento dos processos de trabalho. Por fim, a utilização aponta para uma racionalização das ações e possível qualificação da atenção à saúde. Sugere-se o uso do georreferenciamento na agenda de trabalho para que se tornem uma ferramenta efetiva e norteadora das ações.
Resumen En la atención primaria de salud poco han valido la pena los sistemas de información para evaluar el estado de salud de la población, debido a la dificultad de entender los informes; al tratarse de definiciones genéricas para las acciones habituales de los resultados empíricos. El objetivo de este estudio es evaluar si los indicadores de información georreferenciada pueden ser una tecnología que mejore la identificación de la situación de salud para las personas que ayuden en la planificación de acciones. Para ello, se aplicó un cuestionario por parte de ocho equipos profesionales en tres etapas: la primera, antes de la lectura de los informes del sistema de información, la segunda y la tercera lectura, después de usar información georreferenciada. Los resultados mostraron diferencias significativas en la clasificación del estado de salud al utilizar georreferenciación en comparación con períodos anteriores (p < 0,05). La geocodificación facilitó el análisis de la situación de salud, proporcionando un mejor monitoreo de los procesos de trabajo. Por último, se utilizaron puntos para la racionalización de las acciones y la posible calificación de la atención sanitaria. Sugerimos el uso de georreferenciación regularmente para que se convierta en una herramienta eficaz en las acciones de orientación.
Abstract Primary healthcare has made little use of information systems to assess the population's health situation due to the difficulty in understanding the reports. Generic definitions of actions are common, based on empirical observations. The current study aimed to evaluate whether the introduction of georeferenced indicators can serve to better identify individuals' health situation, which would help planning actions by health teams. Healthcare workers from eight teams answered a questionnaire at three different moments: the first, before reading the information system’s reports; the second after reading; and the third after using georeferencing. The results showed a significant difference in the classification of the health situation using georeferencing when compared to the previous moments (p < 0.05). Georeferencing facilitated analysis of the health situation, fostering better monitoring of work processes. Finally, use of the data points to rationalization of actions and possible upgrading of healthcare. The study suggests the use of georeferencing in the work agenda to become an effective tool for orienting actions.
Contido em Cadernos de saúde pública. Rio de Janeiro. Vol. 29, n. 12 (dez. 2013), p. 2523-2534
Assunto Avaliação em saúde
Saúde da família
Sistemas de informação geográfica
[en] Family health
[en] Geographic information systems
[en] Health evaluation
[es] Evaluación en salud
[es] Salud de la familia
[es] Sistemas de información geográfica
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/95159
Arquivos Descrição Formato
000913953.pdf (385.4Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.